Aplicação do Método VERAH nos Centros de Educação Ambiental do Município de Guarulhos/SP

Ronaldo Dias da Mota

Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Regina de Oliveira Moraes Arruda

ORCID iD Universidade Guarulhos - UNG Brasil

Fabricio Bau Dalmas

Universidade Guarulhos - UNG

Denise Barcelos

Universidade Guarulhos - UNG; Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi a aplicação do método VERAH (V- Vegetação, E- Erosão, R – Resíduos, A - Água, H- Habitação) como uma ferramenta de educação ambiental aos funcionários dos Centros de Educação Ambiental de Guarulhos (CEA/Guarulhos/SP) para desenvolverem o sentido de responsabilidade, conscientização e de sensibilização para conservação, preservação e proteção do meio ambiente. A escolha do método VERAH deu-se por ser empírico e baseado nas observações das intervenções antrópicas em uma área pré-determinada e delimitada. Ele envolve a realização de palestras, treinamentos, atividades externas de campo interativas, nas quais os participantes vivenciaram os conhecimentos adquiridos com a realidade local. A partir destas atividades foram elaborados os diagnósticos ambientais e propuseram-se ações para contribuir com a redução, neutralização e eliminação da degradação ambiental. As etapas desenvolvidas nesta pesquisa possibilitaram uma melhor sensibilização e conscientização dos participantes sobre a degradação ambiental ocasionada pelas ações antrópicas, fato evidenciado pelas visões sistêmicas apresentadas e a compreensão a partir de uma análise integrada dos temas. Houveram também ricas discussões sobre os tipos de ações nas quais os CEA’s podem contribuir para conservação, preservação e proteção do meio ambiente da região onde estão inseridos. Assim, o binômio diagnóstico/proposta comprovou a aplicabilidade do Método VERAH como proposta de Educação Ambiental.

Palavras-chave


Educação Ambiental; Sustentabilidade; Conscientização; Recursos Humanos;


Texto completo:

Referências


ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. Projeto, construção e operação de sistemas de tanques sépticos: NBR 7.229. Rio de Janeiro: ABNT, 1993.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13969: tanques sépticos: unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos: projeto, construção e operação. Rio de Janeiro: ABNT, 1997.

ALVES, M. Caracterização Ambiental das Nascentes em Área de Preservação Permanente, voltada a conservação da Microbacia do Córrego Quineira, em Chapada Dos Guimarães - MT. Cuiabá, Dissertação (Recursos Hídricos) – UFMT, 2015.

BENEVENTO, G. Análise da situação ambiental atual da Microbacia Urbana Córrego Urubu e da capacidade suporte do córrego com subsídio de enquadramento do corpo hidríco. Cuiabá, Dissertação (Recursos Hídricos) – UFMT, 2015.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Lei n. 9.795/1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. DOU de 28.4.1999.

BRASIL. Presidência da República. Lei 12.651/2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. DOU de 28.5.2012.

BUENO, L. O., RODRIGUES, R. V., MORAES, G. F., TEIXEIRA, N. C., SILVA, A. R. D. C. B., FINGER, A. Interface da gestão ambiental urbana e plano diretor: análise dos problemas ambientais do bairro Alvorada, Cuiabá-MT. Blucher Engineering Proceedings, 3(2), 133-140. 2016.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de Qualidade das Águas Interiores do Estado de São Paulo. 2017 disponível em: acesso em: Ago 2017

FREIRE, R. N.L.; FALCÃO SOBRINHO, J.. Vegetação, solo e água: atividades de educação ambiental na escola-comunidade. Geo Nordeste , n. 1, p. 178-191 , set. 2014. Disponível em: . Acesso em Set 2017

GONÇALVES, D. S., DE SOUZA, P. A., DE OLIVEIRA, A. L., MARTINS, T. S. Diagnóstico Ambiental e Proposta de Plano de Recuperação da APP, Fazenda Santa Juliana, Cariri Do Tocantins–To. Nucleus, v. 13, n. 1, p. 261-276, 2016. DOI:http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.2149

GUARULHOS (Município). Lei Orgânica do Município de Guarulhos, de 5 de abril de 1990. Tem como objetivo assegurar, no Município, o exercício dos direitos e liberdades fundamentais da pessoa humana e a construção de uma sociedade livre, igualitária, solidária e democrática, com valores fundados nos princípios da justiça e do pleno exercício da cidadania, da moral, da ética, do trabalho e da harmonia social. Jornal Folha Metropolitana de 6.4.1990.

GUEDES, R. C. M, OLIVEIRA, A. M. S., GUEDES, I. C. Análise geoambiental do método de Educação Ambiental VERAH. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 8, n. 2, p. 63-76, 2013. Disponível em: http://www.sbecotur.org.br/revbea/index.php/revbea/article/view/1866

JACOBI, P. Educação, Meio Ambiente e Cidadania. In: Jacobi, P, & diversos (Ed.), Educação, Meio Ambiente e Cidadania - Refleções e Experiências. São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente - SP, p. 27-32, 1998.

KAWATOKO, I. E. S., SILVA, C. H. M. Propostas de conscientização ambiental para o descarte irregular de resíduos de construção civil no município de Campinas. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), v. 19, n. 3, p. 595-602, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117017925

OLIVEIRA, A.M.S. Educação ambiental transformadora: O Método VERAH, 1ª edição. São Paulo: Icone Editora, 2016.

RUBIN, G. O Problema Habitacional na América Latina: Exemplos do Brasil e Chile. Cadernos Proarq. Edição, v. 20, p. 49-70, 2014. Disponível em: . Acesso em: Ago 2017

SILVA, L., GRIFFITH, J., MIRANDA, D., DIAS, L., RUIZ, H. Uso de geomantas no controle da erosão superficial hídrica em um talude em corte de estrada. Revista Brasileira de Ciência do Solo. 33 (1): 199-206, 2009. Disponível em: . Acesso em: Ago 2017

SOARES, T. S., CÔRTES, M.A.S., FREITAS, A.D., VASCONCELOS, F. C. W. Avaliação dos impactos ambientais na área de influência direta do córrego da Estiva, município de Betim, MG, Brasil. Ciência e Natura, v. 38, n. 2, p. 620-636. 2016. DOI: 10.5902/2179-460X19954

TESSARO, A. B., DE SÁ, J. S., SCREMIN, L. B. Quantificação e classificação dos resíduos procedentes da construção civil e demolição no município de Pelotas, RS. Ambiente Construído, v. 12, n. 2, p. 121-130, 2012. Disponível em: . Acesso em: Ago 2017.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n48p180-188

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 298

Total de downloads do artigo: 156