Foco e Escopo

Sobre a Revista Principia

A Revista Principia é um periódico trimestral (meses das publicações: janeiro, abril, julho e outubro), de acesso aberto, com um único volume anual (a partir de 2022), existente desde 1996, sob o gerenciamento da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (PRPIPG) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)

A missão da Revista Principia é publicar e divulgar artigos científicos originais, de revisão e estudos de caso que contribuam para o desenvolvimento das áreas de conhecimento dentro do seu escopo.

Já a visão é ser uma revista de referência em divulgação científica no Brasil, levando em consideração o rigor científico e a qualidade dos trabalhos publicados.

A Revista Principia tem como valores:

  • integridade e qualidade científica;
  • disseminação do conhecimento científico para a sociedade;
  • colaboração entre pesquisadores, corpo editorial e sociedade em geral;
  • ética e transparência em todas as etapas do processo e após a publicação do artigo.

Escopo:

escopo da Revista Principia abrange as seguintes áreas do conhecimento:

ARQUITETURA E URBANISMO

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 

CIÊNCIAS AGRÁRIAS 

  • CIÊNCIAS AGRÁRIAS I (Solos, Fitossanidade, Fitotecnia, Engenharia Agrícola, Recursos Florestais e Engenharia Florestal)
  • ZOOTECNIA / RECURSOS PESQUEIROS
  • MEDICINA VETERINÁRIA
  • CIÊNCIA DE ALIMENTOS 

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 

  • CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I  (Biologia Geral e Genética)
  • CIÊNCIAS BIOLÓGICAS III (Imunologia, Microbiologia e Parasitologia)
  • BIODIVERSIDADE 

CIÊNCIAS EXATAS

  • MATEMÁTICA / PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA (apenas aplicações)
  • FÍSICA (apenas Educação e Ensino)
  • QUÍMICA 

ENGENHARIAS I - Engenharia Civil / Engenharia Sanitária, Hidráulica e Ambiental

ENGENHARIAS II - Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Engenharia Química

ENGENHARIAS III - Engenharia Mecânica / Engenharia de Produção 

ENGENHARIAS IV - Engenharia Elétrica / Engenharia Biomédica

- EDUCAÇÃO E ENSINO

  • Educação Técnica, Profissional, Graduação, Licenciatura e Pós-Graduação;
  • Ensino dentro das áreas do conhecimento do escopo da Revista Principia.

 

A Revista Principia está classificada em diversas áreas do Qualis da CAPES (2017-2020) que podem ser acessados neste link. Também é indexada em diversas bases de dados (ver bases de dados e seus respectivos links no final desta página).

  • ISSN (eletrônico): 2447-9187
  • ISSN (impresso): 1517-0306

Os tipos de artigos a serem submetidos e com possibilidade de publicação na Revista Principia são (ver formatação e modelo em Diretrizes para Autores – aba no lado direito):

  • Artigos originais oriundos de pesquisa científica, relativos às áreas do conhecimento estabelecidas pela Revista Principia;
  • Artigos de revisão, com pelo menos um dos autores com o título de Doutor, que serão incluídos quando solicitados a especialistas pelo Editor-Chefe e/ou Editor Associado ou submetidos por especialistas (esses serão avaliados de acordo com a Política Editorial da Revista Principia). Ressaltamos a necessidade de incluir uma visão crítica dos autores, inserindo seus trabalhos no tema e avaliando-os em relação ao estado da arte sobre o tema abordado. Serão avaliados apenas artigos de revisão sistemática e integrativa nas temáticas que estão no escopo da Revista Principia.
  • Relatos de casos (aplicados apenas na área de Medicina Veterinária);
  • Artigos de opinião e cartas ao editor.

Os artigos submetidos ao longo do ano (fluxo contínuo) à Revista Principia deverão ser preparados segundo as normas adotadas pelo corpo editorial e encaminhados ao Editor exclusivamente por meio do site da revista (acessar aba SUBMISSÃO no lado direito). Dúvidas podem ser encaminhadas para o editor chefe pelo e-mail: revistaprincipia@ifpb.edu.br.

 

Taxas de pagamento para submissão, avaliação e publicação

Não há taxa de pagamento para submissão, avaliação e publicação de artigos.

 

Taxa de aceitação de artigos a serem publicados:

  • 2016: 25,25%
  • 2017: 32,18%
  • 2018: 18,30%
  • 2019: 22,14%
  • 2020: 25,99%
  • 2021: 16,94%
  • 2022: 14,93% 
  • 2023: 13,02% (em 10/04/2024, encontra-se 01 manuscrito ainda em avaliação pelos editores associados).

Patrocinadores

A Revista Principia é financiada com recursos destinados ao IFPB, podendo também obter recursos de financiamento junto aos órgãos públicos de pesquisa por meio de editais específicos para as revistas científicas no Brasil.


Índices bibliométricos:

  • Qualis (CAPES): buscar neste link, informando ISSN 1517-0306. No quadriênio 2017-2020, a Revista Principia obteve o índice B3 para diversas áreas;
  • Google Scholar: buscar neste link. Em 09/03/2024: índice h: 14; índice i10: 30.

 

Apresentação sobre a Revista Principia disponível, clicando neste link (10/04/2024)


Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação de manuscritos originais encaminhados para a Revista Principia será iniciado editor-chefe, que realiza uma pré-análise, e pelo editor associado da área ao qual o manuscrito esteja vinculado. Se aprovado, o manuscrito enviado será avaliado por, no mínimo, 2 (dois) avaliadores ad hoc convidados, designados de acordo com a área de atuação/linha de pesquisa de qualquer instituição (distintos da filiação dos autores), seja ele nacional ou internacional. A avaliação nesta etapa é realizada em double-blind (duplo-cego).

A Revista Principia exige que as submissões de manuscritos sejam originais e inéditas de qualidade científica contributiva à área que se propõe sob autorias individuais ou coletivas e que não estejam sendo avaliadas em outros periódicos científicos. As avaliações dos manuscritos submetidos à Revista Principia serão realizadas considerando os seguintes critérios:

  • Adequação ao escopo da Revista;
  • Adequação às diretrizes para os autores;
  • Estrutura formal do trabalho;
  • Correção, clareza e coerência de linguagem;
  • Adequação e qualidade das tabelas, gráficos e ilustrações;
  • Estrutura conceitual do trabalho;
  • Abrangência e pertinência do conteúdo em relação à área;
  • Clareza e articulação dos conceitos e de ideias;
  • Atualização dos conceitos;
  • Originalidade do trabalho;
  • Qualidade da pesquisa;
  • Relevância da pesquisa para área que se propõe;
  • Apresentação das ideias (encadeamento lógico, recursos gráficos, referências, entre outros);
  • Outros aspectos que os avaliadores ad-hoc julgarem relevantes.

 

Após a conclusão do processo de avaliação dos manuscritos submetidos, os autores recebem os comentários dos avaliadores ad-hoc e a notificação da avaliação. Como resultado tem-se: Aceito, Aceito com alterações e Rejeitado. A versão revisada pelos autores dos trabalhos aceitos para publicação será verificada pelo Editor-Associado e pode ser retornada aos autores para eventuais ajustes.

Em médiao tempo de avaliação por parte dos avaliadores em conjunto com a tomada da primeira decisão do Editor-Associado, está entre três (3) e quatro (4) meses (tempo médio).

Após o Editor-Associado aprovar o trabalho, este será verificado pelo Editor-Chefe para que os autores possam realizar pequenos ajustes quanto à formatação e/ou aspectos técnicos. Após essa etapa, o trabalho ficará disponível no estágio Early-View (clique aqui para ver os trabalhos aprovados), aguardando ser alocado para um número regular, que ainda passará pelo setor de revisão textual e de diagramação.

 

Periodicidade

A Revista Principia publica seus números de forma trimestral ao longo do ano (janeiro, abril, julho, outubro), com possibilidade de alguns números especiais abrangendo temáticas da vanguarda nas áreas de conhecimento do seu escopo. Também ela oferece a publicação em Early View, incluindo o seu DOI individual, possibilitando que os autores de artigos aprovados possam promover a divulgação de suas pesquisas, e que ao longo do tempo, tais artigos possam ser alocados em números regulares da Revista Principia. 


Política de Acesso Livre

A Revista Principia oferece acesso livre e aberto (Open Access) imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que tornar o conhecimento científico disponível gratuitamente ao público, proporcionando maior democratização global ao conhecimento. A gratuidade estende-se para todo o processo editorial, ou seja, desde a etapa de submissão até a publicação dos artigos pelos autores.

Entende-se por acesso aberto, a disponibilização gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, realizar download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica.

A Revista Principia permite acesso aberto a todos os trabalhos publicados, não autorizando qualquer comercialização e/ou alteração dos dados. Desse modo, o(s) autor(es) fica(m) ciente(s) da cessão de seus direitos autorais de publicação.

Os artigos são publicados em formato eletrônico, disponibilizado pela internet na página da Revista Principia e nas páginas dos indexadores. Após a publicação dos artigos em um número regular, a Revista Principia permite que estes possam ser publicados em repositórios institucionais, ou páginas de grupos de pesquisas, ou em páginas pessoais dos autores, desde que o link de acesso seja direcionado ao link do artigo publicado na Revista Principia.

A Revista Principia adota a licença Creative Commons do tipo atribuição (CC-BY-NC-SA) que permite distribuir, remixar, adaptar e criar com base no seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que se confira o devido crédito autoral, da maneira especificada pela Revista Principia.


Arquivamento

A Revista Principia, participante dos periódicos do IFPB, se preocupa com o acesso ao conteúdo a longo prazo. Caso ocorra algum sinistro nos servidores, os arquivos digitais da Revista Principia estão preservados na Rede Cariniana, que utiliza o programa LOCKSS. O LOCKSS cria um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes, o qual permite que elas criem  arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. 

Saiba mais...

 

 

História da Revista Principia

A Revista Principia foi criada em 1996 por um grupo de professores que iniciavam seus trabalhos de pesquisa na antiga Escola Técnica Federal da Paraíba (ETFPB). Após a ETFPB se transformar em Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba (CEFET-PB) em 2003 e posteriormente em Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) em 2008, a Revista Principia passou a utilizar sistemas de informação para um melhor gerenciamento do fluxo editorial por meio da adoção do Open Journal Systems (OJS) em 2015. A Revista Principia evoluiu sua divulgação para um número anual, passando a ser divulgada semestralmente a partir de 2008 até 2015. Em 2016 passa a ser quadrimestral, e em 2017 passou a ser divulgada de forma trimestral, incluindo alguns números especiais, devido à quantidade de manuscritos recebidos e aprovados como artigos publicados ao longo dos anos.

Outros detalhes da história da Revista Principia podem ser consultados neste link.

 

Editores-chefes da Revista Principia

2021 (atual) – Prof. Dr. Ademar Gonçalves da Costa Junior (IFPB) 

2015-2021 – Prof. Dr. Carlos Danilo Miranda Regis (IFPB) 

2012-2015 – Profa. Dra. Nelma Mirian Chagas de Araujo (IFPB) 

2011-2012 - Prof. Dr. Kennedy Flávio Meira de Lucena (IFPB) 

Normas de homogeneidade

- Palavras estrangeiras - só itálico sem aspas;

- Palavras brasileiras usadas em sentido figurado - itálico com aspas;

- Números ordinais até nove - só por extenso; números ordinais de 10 em diante - só o algarismo;
- abreviaturas/siglas - quando da primeira vez, a expressão deve vir por extenso, seguida da abreviatura/sigla entre parêntesis. A partir de então, só a abreviatura/sigla.

- sistema de citação utilizado Autor-Ano. Exemplo: Costa Junior (2009); (TAPARANOFF; COSTA; VOLKOV, 2009);

- apresentação de citações literais – fazer a distinção entre a citação curta (inserida no próprio parágrafo; entre aspas) e a citação longa (parágrafo em separado, 4 cm recuado à esquerda; espaço simples; fonte 11; sem aspas).

 

Outros detalhes podem ser encontrados no modelo da Revista Principia no link: download do modelo de artigo para submissão (Não utilizamos modelos em LaTEX ou equivalente).


Comitê de ética

Todos os artigos enviados para a Revista Principia que envolvem seres humanos e/ou animais devem estar de acordo com a legislação vigente. Para os artigos que passaram pelo comitê de ética, o seu parecer deve estar como documento suplementar ao manuscrito submetido no sistema de gerenciamento, bem como a menção ao número do parecer no manuscrito.

Aos que não conhecem sobre o trabalho de um comitê de ética em pesquisa, a Revista Principia sugere a visita ao site do Comitê de Ética em Pesquisa (CEPE-IFPB), clicando neste link.

Uma apresentação realizada pelo Prof. Leandro José Santos, membro do CEPE/IFPB realizado em março de 2024, está disponível clicando neste link.


Política de ética para autores, Conselho Editorial e avaliadores

A Revista Principia, embora não figure como membro do Committee on Publication Ethics (COPE), compromete-se integralmente com seu Código de Conduta e as Diretrizes de Boas Práticas preconizadas por essa entidade, os quais são disponibilizados publicamente para referência.

Os Editores-Associados da Revista Principia adotam uma abordagem estrita no processo de revisão por pares, associado a políticas robustas e padrões éticos, visando assegurar uma contribuição significativa ao campo da publicação acadêmica por meio de trabalhos científicos de excelência. Questões éticas na publicação são tratadas com a mais alta seriedade pelos editores da Revista Principia, e condutas como plágio, falsificação de dados, manipulação de imagens, créditos de autoria inadequados e outras práticas similares não serão toleradas.

A Revista Principia também recomenda o acesso ao site da FAPESP sobre Boas Práticas Científicas.

I. Autores

Os autores que desejam publicar seus artigos na Revista Principia devem respeitar as seguintes recomendações:

  • Quaisquer fatos que possam ser percebidos como um possível conflito de interesse do(s) autor(es) devem ser divulgados no artigo antes da submissão;
  • Todos os autores devem ter uma contribuição significativa para a pesquisa e a redação do artigo, que devem ser declaradas na Declaração de Responsabilidades dos Autores e Transferência de Direitos AutoraisTodos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como co-autores. Se outros participaram de aspectos substantivos do projeto de pesquisa, eles devem ser creditados ou listados apenas como contribuintes. O autor correspondente deve garantir que todos os co-autores apropriados sejam incluídos no artigo e os inadequados, não; ele também deve garantir que todos os co-autores viram e aprovaram a versão final do documento e concordaram em enviá-lo para publicação.
  • Responsabilidade pela correção gramatical dos manuscritos submetidos e, igualmente, pelo cumprimento das normas da ABNT aplicáveis;
  • Os autores devem apresentar com precisão os resultados de suas pesquisas e incluir uma discussão objetiva sobre a importância de seus resultados;
  • Os dados e os métodos utilizados na pesquisa precisam ser apresentados com detalhes suficientes no artigo para que outros pesquisadores possam replicar o trabalho;
  • Os autores devem depositar publicamente os dados brutos antes da submissão de seus manuscritos, contribuindo com a Ciência Aberta. Se solicitado, os autores precisam ter pelo menos os dados brutos prontamente disponíveis para apresentação aos avaliadores ad-hoc e editores associados da Revista Principia. Os autores precisam garantir que as medidas apropriadas sejam tomadas para reter os dados brutos no total por um tempo razoável após a publicação;
  • A submissão simultânea de manuscritos para mais de um periódico não é tolerada;
  • A republicação de conteúdo que não seja novo não é tolerada (por exemplo, uma tradução em inglês de um artigo que já foi publicado em outro idioma não será aceita);
  • Caso os autores encontrem erros e imprecisões após a publicação de seu artigo, devem notificar prontamente os editores desta revista para que as devidas providências sejam tomadas;
  • Nos casos de detecção de erros no artigo após a publicação, os autores são obrigados a fornecer retratações ou correções;
  • O manuscrito não deve conter nenhuma informação já publicada. Se o autor incluir figuras ou imagens publicadas anteriormente, obtenha a permissão necessária do detentor dos direitos autorais para publicar sob a licença CC-BY-NC-SA 4.0. Para obter mais informações, consulte as diretrizes sobre Direitos e Permissões;
  • Plágio, fabricação de dados e manipulação de imagens não são tolerados:
    • O plágio não é aceitável em manuscritos enviados à Revista Principia. O plágio inclui a cópia parcial ou integral de texto, ideias, imagens ou dados de outra fonte, mesmo de suas publicações, sem creditar a fonte. A reutilização de texto copiado de outra fonte deve ser colocada entre aspas e a fonte original deve ser citada. Se o desenho do estudo ou a estrutura ou linguagem do manuscrito foram inspirados em trabalhos anteriores, esses trabalhos devem ser citados explicitamente. Se o plágio for detectado antes ou durante o processo de revisão por pares, o manuscrito poderá ser rejeitado. Caso a Revista Principia detecte plágio, podemos publicar uma correção ou retirar o artigo;
    • Os arquivos de imagem não devem ser manipulados ou ajustados de forma que possa levar à má interpretação das informações fornecidas pela imagem original. A manipulação irregular inclui: i) introduzir, aprimorar, mover ou remover recursos da imagem original; ii) agrupar imagens que obviamente devem ser apresentadas separadamente; ou iii) modificar o contraste, brilho ou equilíbrio de cores para obscurecer, eliminar ou aprimorar algumas informações. Podemos rejeitar o manuscrito quando a manipulação irregular da imagem for identificada e confirmada antes ou durante a revisão por pares. Retiramos o artigo quando a manipulação irregular da imagem é identificada e confirmada após a publicação.

Reclamações e contestações: a Revista Principia receberá pelo e-mail revistaprincipia@ifpb.edu.br reclamações e contestações. Após o recebimento, as demandas são encaminhadas para membros do Conselho Editorial a ser designada (três membros) pelo Editor-Chefe. O relatório e parecer dessa comissão, elaborados no prazo de até 30 dias após sua constituição, serão encaminhados ao reclamante e devidamente publicizados. Não poderá integra esta comissão ou instituí-la, o membro do Conselho Editorial que esteja em posição de conflito de interesse e/ou impedimento.

Alegações de má condutacomportamentos pré-publicação e pós-publicação que potencialmente maculem as boas práticas de comunicação científica deverão ser informados pelo e-mail revistaprincipia@ifpb.edu.br, cabendo ao Editor-Chefe e o Conselho Editorial da Revista Principia o processamento da denúncia. O relatório de análise e parecer, elaborados no prazo de até 30 dias após o recebimento do informe, serão enviados ao denunciante e devidamente publicizados.

Conflitos de interesse: quaisquer interesses secundários que possam afetar o manuscrito submetido ou publicado, seja de ordem financeira, pessoal, acadêmica, institucional ou política, deverão ser informados pelos autores(as) ou por terceiros. Em tais casos, o Editor-Chefe, com o auxílio do Conselho Editorial, ressalvados os casos de impedimento, deliberarão sobre a ocorrência e tornarão pública a decisão respectiva. Outras informações sobre Conflito de Interesses podem ser encontrados neste link.

Compartilhamento de dados e reprodutibilidade: os dados utilizados nas pesquisas submetidas ao periódico deverão ser de acesso público ou publicizados ao tempo de divulgação do estudo, ressalvados os dados sensíveis e/ou aqueles protegidos por sigilo legal. Autor(es) deverão adotar metodologia que incentive a reprodução de pesquisas em momento posterior. O periódico aplicará, em sua atividade, as disposições dos artigos 7º e 11 da Lei nº 13.709 de 2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD).

Riscos para humanos ou animais: se o trabalho de pesquisa envolver produtos químicos, procedimentos ou equipamentos que apresentem qualquer risco incomum para humanos ou animais, eles devem aparecer no manuscrito.

Supervisão ética: constitui responsabilidade do Conselho Editorial supervisionar os protocolos de consentimento de publicação, ética de pesquisas com seres humanos e populações vulnerabilizadas, manipulação de dados sensíveis e práticas de negócio/marketing. Igualmente, é responsável pelo acompanhamento da validade científica-metodológica dos estudos submetidos, da ponderação de riscos e benefícios quando houver, além da comprovação de cumprimento das exigências regulamentares, institucionais e legais aplicáveis a cada caso.

Propriedade intelectual: autores(as) e coautores(as) terão autoria protegida em conformidade com a legislação nacional vigente e suas obras contarão com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Todas as formas de plágio constituem conduta antiética e serão rejeitadas pela Revista, com adoção das medidas cabíveis. Publicações redundantes ou sobrepostas não são admitidas.

Discussão e correção pós-publicação: as discussões pós-publicação poderão ocorrer por cartas aos editores, enviadas ao e-mail revistaprincipia@ifpb.edu.br. Após o seu recebimento, o Conselho Editorial responderá e a encaminhará para os respectivos autor(es). O conjunto textual oriundo da carta inicial será publicado do artigo publicado na Revista Principia. Correções, revisões ou retratações de artigos já publicados ocorrerão mediante publicação no espaço do artigo na Revista Principia e substituição do arquivo inicial, explicitando aos leitores a correção/revisão/retração, motivo respectivo e a data do ocorrido.

Nossos editores investigarão quaisquer alegações de má conduta de publicação e poderão entrar em contato com as instituições ou financiadores dos autores, se necessário. Quando forem encontradas evidências de má conduta, as medidas apropriadas serão tomadas para corrigir ou retirar a publicação. Espera-se que os autores sigam as melhores práticas éticas de publicação ao enviar e publicar com a Revista Principia.

Política de plágio: A Revista Principia informa que os manuscritos submetidos em sua plataforma passarão por procedimento de verificação de plágio, com o software Plagius. Somente após serão enviados para avaliação às cegas, caso o Editor-Associado opte por enviar aos possíveis avaliadores ad-hoc. A Revisa Principia repudia quaisquer formas de plágio e declara que é responsabilidade dos autores(as) a garantia de originalidade do manuscrito. Em caso de detectação de plágio o trabalho será rejeitado imediatamente. 

II. Conselho Editorial da Revista Principia:

Constituem deveres dos editores associados da Revista Principia:

  • A consolidação de sua política editorial;
  • Supervisão do fluxo editorial;
  • Relação com todos os atores envolvidos;
  • Supervisão de transparência e qualidade do periódico;
  • Prevenção e identificação de más condutas, como plágio, manipulação de citação, falsificação de dados etc.

Decisões de publicação: o editor-chefe em conjunto com os editores associados da Revista Principia são responsáveis por decidir quais artigos submetidos devem ser publicados assim que a revisão por pares de cada manuscrito for concluída (no mínimo duas). Os editores devem seguir as políticas da Revista Principia e considerar os requisitos legais relacionados a questões como difamação, violação de direitos autorais e plágio. Os editores também podem consultar outros editores e avaliadores para auxiliar na tomada de decisões.

Confidencialidade: os membros do Conselho Editorial da Revista Principia não devem divulgar informações sobre um manuscrito submetido a ninguém que não seja o autor correspondente, avaliadores e/ou avaliadores potenciais.

Divulgação e conflitos de interesse: materiais não publicados divulgados em um manuscrito submetido à Revista Principia não devem ser usados na pesquisa dos próprios membros do seu Conselho Editorial sem o consentimento expresso por escrito dos autores.

III. Avaliadores ad-hoc:

Aos avaliadores ad-hoc cabe a responsabilidade de contribuírem para a decisão editorial da Revista Principia, atuando com pontualidade, confidencialidade, objetividade e compromisso com a qualidade e ética.

Contribuição para decisões editoriais. Os avaliadores ad-hoc ajudam os editores a tomar decisões editoriais por meio de comunicações com os editores e os autores correspondente. Eles também podem auxiliar os autores no aprimoramento dos manuscritos por meio de comentários ou demandas de modificações obrigatórias. Ao concordar em contribuir para a Revista Principia, os avaliadores selecionados declaram que estão livres de qualquer conflito de interesse.

Pontualidade. Qualquer avaliador convidado que se sinta desqualificado para revisar pesquisas apresentadas em um manuscrito ou que saiba que a revisão imediata, no devido tempo, será impossível, deve notificar imediatamente os editores e retirar-se do processo de revisão.

Confidencialidade. Os manuscritos recebidos para análise devem ser tratados pelos avaliadores como documentos confidenciais. Eles não devem ser apresentados ou discutidos com outras pessoas, a menos que sejam autorizados pelos editores.

Padrões de objetividade. Críticas e opiniões devem ser conduzidas e escritas de forma objetiva e construtiva. A crítica pessoal é inadequada. Os avaliadores devem expressar suas opiniões com clareza, usando argumentos que apóiem sua avaliação, preenchendo a ficha de avaliação e apontando correções pontuais em documento complementar ou no próprio arquivo do manuscrito.

Reconhecimento da fonte. Os avaliadores devem identificar trabalhos publicados relevantes não citados pelos autores. Qualquer observação, derivação ou argumento publicado anteriormente, deve ser seguido por uma citação de sua fonte. Um revisor também deve chamar a atenção dos editores para qualquer semelhança ou sobreposição significativa entre o manuscrito e outro trabalho publicado de que tenham conhecimento pessoal.

Divulgação e conflito de interesses. Informações privilegiadas ou idéias obtidas pela leitura dos manuscritos devem ser mantidas em sigilo e não devem ser usadas para o benefício pessoal dos revisores. Os avaliadores não devem considerar manuscritos nos quais tenham conflitos de interesse resultantes de competição, colaboração ou outras relações ou vínculos com qualquer um dos autores, empresas ou instituições vinculadas aos manuscritos.

 

Política de retirada de artigos

O Editor-Chefe é o único responsável por decidir quais artigos submetidos serão publicados na revista. Todos os artigos publicados na Revista Principia são mantidos intactos e inalterados no site da revista, disponível por meio de um link permanente do DOI (Digital Object Identifier). Eventualmente, um artigo pode precisar ser retirado ou removido devido à má conduta dos autores ou a uma falha editorial descoberta após a publicação.

Seguindo as diretrizes da COPE (Commitee on Publication Ethics) sobre a retratação, a Revista Principia tomará ações para artigos aprovados e manuscritos submetidos, com a devida comunicação com os autores, nos casos abaixo:

  • Havendo evidências claras de que as descobertas não são confiáveis, seja como resultado de um erro grave (por exemplo, erro de cálculo ou erro experimental) ou como resultado de fabricação (por exemplo, de dados) ou falsificação (por exemplo, manipulação de imagens);
  • Constituição de plágio;
  • As descobertas foram publicadas anteriormente em outro lugar sem a devida atribuição a fontes anteriores ou divulgação ao editor, permissão para republicação ou justificativa (ou seja, casos de publicação redundante);
  • Contém material ou dados sem autorização de uso;
  • Os direitos autorais foram violados ou há algum outro problema legal sério (por exemplo, difamação, privacidade);
  • Ele relata pesquisas antiéticas;
  • Foi publicado exclusivamente com base em um processo de revisão por pares comprometido ou manipulado;
  • O(s) autor(es) não divulgaram um interesse concorrente importante (também conhecido como conflito de interesses) que, na opinião do editor, teria afetado indevidamente as interpretações do trabalho ou as recomendações dos editores e revisores.

Casos de erros ou falhas, independente da natureza ou da origem, que não configuram má conduta, são corrigidos por meio de errata, seguindo o Guia da Scielo para erratas.

Perguntas e respostas frequentes

ACESSO AO SISTEMA

1. Não lembro mais do meu login e senha para acesso à Revista Principia. Qual o procedimento?

No topo da página, nos campos login e senha, deixe-os em branco e clique no botão Acessar. Na próxima página que será aberta, clique em "Esqueceu a senha?" Digite seu email, no qual o sistema enviará o login e nova senha de acesso, caso este email esteja cadastrado no sistema. Uma mensagem de confirmação será enviada ao e-mail informado, com link para iniciar o processo de troca de senha.

SUBMISSÃO

1. Como inserir o ORCID nos metadados na submissão de manuscritos?

Ao informar no campo ORCID, colocar http e não https

2. Meu manuscrito contem uma proposta de atividade, mas não possui resultados concretos

Existe uma grande chance do manuscrito submetido não ser avaliado pelo corpo editorial.

3. Quais documentos devo submeter para que o manuscrito possa ser avaliado pela Revista Principia?

- Arquivo do manuscrito em pdf, sem identificação dos autores - ver modelo neste link;

- Declaração de direitos autorais e de conhecimento da política editorial - deve ser assinada por todos os autores - ver o pdf para preenchimento neste link;

- Carta de apresentação ao editor - ver recomendações neste link.

- Caso o manuscrito contenha pesquisa que envolva seres humanos e/ou animais, também deve constar o parecer de aprovação por um conselho de ética.

4. Quais os metadados obrigatórios dos autores na submissão do manuscrito?

- Todos os autores do manuscrito devem ser inseridos e os metadados mandatórios são: nome completo, filiação, email e ORCID.

PUBLICAÇÃO

1. Como citar no currículo Lattes, o artigo que está em Early View

No caso de artigos publicados em Early View ou Ahead of Print, disponível em diversas revistas científicas hoje em dia, e formato que a Revista Principia adota desde de 2020, podem ser lançados como "artigos aceitos para publicação" e citados conforme exemplo abaixo, no formato ABNT
 
SOBRENOME, A.; SOBRENOME, B.; SOBRENOME, C. Título do Artigo. Revista Principia, João Pessoa, Early View, 2022. DOI: colocar o link completo para os mecanismos de buscas poderem achar o artigo (ex: DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-0306a2021id4718).
 
Lembrando que quando este artigo for alocado em um número regular, o formato de citação é alterado, com a inclusão do volume, número, número de páginas, permanecendo o DOI. 

2. Meu artigo está em Early View. Quando será publicaddo em um número regular?

O artigo é colocado em um número regular a partir da data de submissão do mesmo à Revista Principia. Em 2024, a quantidade de artigos que compõe o número regular é de 15.

Antes da possível inserção em um número regular, os autores deverão verificar possíveis solicitações do editor-chefe, equipe de revisão textual e equipe de diagramação durante o período que ele está em Early View e a possível publicação em um número regular.

Equipe de apoio da Revista Principia

Secretaria Executiva:
Maria Clara Santana Maroja, Dra.
 
Divisão de Revisão Textual:
Luciana Cabral Farias, Ma.
Tamires Ramalho de Sousa, Ma.
 
Divisão de Diagramação:
Adino Saraiva Bandeira, Me.
Fabrício Vieira de Oliveira
Regina Araujo dos Anjos
 
Divisão de Comunicação e Marketing:
Filipe Francilino de Sousa, Me.

Divisão de Análise da Informação e Organização das Publicações
Valmira Perucchi, Dra.
 
A Revista Principia conta com o apoio de revisores textuais (da língua portuguesa e inglesa) e de normalização, de forma voluntária por meio de editais publicados semestralmente, incluindo uma portaria emitida pela Reitoria (Portaria vigente do segundo semestre de 2023).
 

Conflito de interesses

Os conflitos de interesse podem ser de ordem pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira. Relações financeiras como: emprego, consultorias, posse de ações, honorários, depoimento ou parecer de especialista são conflitos de interesse mais facilmente identificáveis e que têm maior chance de abalar a credibilidade da revista, dos autores e da própria ciência.

Os autores são responsáveis por reconhecer e revelar conflitos de interesse que possam influenciar seu trabalho para que o Conselho Editorial possa decidir sobre o manuscrito. Os autores devem informar o apoio financeiro em relação ao trabalho, quando houver. As relações financeiras ou de qualquer outro tipo que possam levar a conflitos de interesse devem ser informadas pelos autores em declarações individuais.

Caso seja identificada publicação ou submissão simultânea a outro periódico, em qualquer uma das etapas do processo de submissão, o manuscrito será rejeitado. 

As declarações sobre conflito de interesse por parte do(s) autor(es) são solicitadas por escrito – no campo "política de conflito de interesses" na submissão do manuscrito, bem como no modelo da Revista Principia, como condição para se analisar um manuscrito. 

Qualquer conflito de interesse será tratado com base em fluxogramas utilizados pelo Committee on Publication Ethics (COPE), que podem ser baixados e acessados a partir do link. 

Quaisquer interesses secundários que possam afetar o manuscrito submetido ou o artigo publicado, seja de ordem financeira, pessoal, acadêmica, institucional ou política, deverão ser informados pelos autoras(es) ou por terceiros interessados, pelo e-mail revistaprincipia@ifpb.edu.br. Em tais casos, o Editor-Chefe e o Conselho Editorial da Revista Principia, ressalvados os casos de impedimento, deliberarão sobre a ocorrência e tornarão pública a decisão respectiva.

Responsabilidades dos participantes:

  • Autores: todos os autores devem relatar ao Conselho Editorial qualquer conflito de interesse relacionado com a sua pesquisa;
  • Avaliadores: todos os avaliadores ad-hoc devem reportar ao Conselho Editorial da Revista Principia qualquer conflito de interesse relacionado com as suas tarefas de revisão;
  • Editores (Conselho Editorial): os editores não devem tomar quaisquer decisões editoriais ou ser envolvido no processo editorial se eles ou um familiar próximo tem um conflito de interesse (financeira ou outra) em um manuscrito em particular submetido à revista. 

 A Revista Principia adota a avaliação dupla-cega (double blind) e orienta que o Conselho Editorial não deva selecionar avaliadores ad-hoc para o manuscrito que sejam da mesma instituição do(s) autor(es/as), bem como tenham realizado trabalhos com os mesmos nos últimos quatro anos (visualizados no currículo Lattes), evitando possíveis conflitos de interesse.

A Revista Principia informa que os membros do seu Conselho Editorial podem enviar manuscritos a serem avaliados, porém estes não participarão em nenhum momento do fluxo editorial sobre o processo decisorial de aceite ou não do material enviado.

Plano de Desenvolvimento Editorial da Revista Principia

O Plano de Desenvolvimento Editorial (PDE) da Revista Principia para o período entre 2023 e 2025 encontra-se pautado: i) nas premissas e bases gerais; ii) ações para publicações; iii) ciência aberta e transparência; iv) indexações e impacto; v) internacionalização; vi) financiamento; vii) Conselho Editorial, pareceristas externos e equipe administrativa; viii) divulgação científica.

O PDE da Revista Principia pode ser acessado clicando aqui.

Princípios DEIA (Diversidade, Equidade, Inclusão e Acessibilidade)

A partir dos princípios DEIA (diversidade, equidade, inclusão e acessibilidade. Do inglês Sex and Gender Equity in Research – SAGER), a Revista Principia no início de agosto de 2023 passa a adotar, verificar e divulgá-la como prática ao longo do seu fluxo editorial. Dessa maneira, ficam estabelecidas quatro áreas de políticas:

i) Instrução para os autores que exigem ou incentivam a desagregação dos dados por sexo ou gênero, quando viável;

ii) Políticas de gênero relativas à composição da equipe e do corpo editorial – essa prática já era adotada intuitivamente desde o estabelecimento do primeiro corpo editorial em 1995;

iii) Políticas que visam ao equilíbrio de gênero entre avaliadores ad-hoc;

iv) Diretrizes que solicitam aos avaliadores que revisem manuscritos para inclusão de dados desagregados por sexo e análise de gênero.

Informações e referências sobre os princípios DEIA/SAGE podem ser encontrados neste link (clique aqui). 

 

Normas para números especiais na Revista Principia

A Revista Principia aceita candidatura para edição de números especiais, sem periodicidade definida, dedicadas a uma temática escolhida dentro do seu escopo. Em um número especial é esperado que trabalhos mais recentes sobre a temática sejam publicados, podendo ser uma fonte de referência única e valiosa para todos pesquisador interessado na área.

O processo de criação de um número especial inicia-se com a candidatura apresentada ao Editor-Chefe da Revista Principia. A submissão do número especial é realizada pelo proponente que será o coordenador geral, tendo no máximo mais dois coordenadores adjuntos, todos especialistas na temática proponente do número especial. A proposta enviada à Revista Principia deverá conter uma breve descrição do tema/problema ao que está destinando o número especial, o público-alvo e a importância de contribuição da temática, bem como uma explicação como a contribuição do número especial fará avançar o entendimento da área temática proposta. Também é necessário o envio de proposta de calendário.

O Editor-Chefe e/ou o Conselho Editorial avaliarão as candidaturas recebidas com base nos seguintes critérios de seleção:

  • Relevância do tema;
  • Qualidade científica do número especial proposto;
  • Coerência do conjunto das propostas de artigos e a contribuição da temática do número especial para o avanço da ciência;
  • As contribuições científicas dos proponentes na área temática do número especial;
  • Participação de especialistas de diferentes áreas e/ou origens, recomendando-se que os autores participantes com a mesma filiação não excedam 1/3 do número total dos autores do número especial.

 

A decisão de aceitação do número especial na Revista Principia e das condições dessa mesma aceitação caberá ao seu Editor-Chefe e/ou seu Conselho Editorial.

A Revista Principia poderá efetuar uma chamada aberta para a recepção de trabalhos para esse número especial, sendo isso previamente acordado com os coordenadores do número especial, que também deverão auxiliar na divulgação. Os coordenadores poderão apresentar um artigo próprio ou em co-autoria (além de sua introdução ao número especial). Também se ressalta que os autores deverão cumprir com as normas editoriais da revista.

Os artigos do número regular só serão aceitos para publicação após serem submetidos a um processo de avaliação no formato double blind (duplo cega). Os coordenadores do número especial estarão responsáveis por escolher avaliadores para cada trabalho dentro do banco de dados da Revista Principia ou inserindo novos possíveis avaliadores ad-hoc que possuam conhecimento sobre a temática abordada no número especial. A Revista Principia e os coordenadores operacionalizarão todo o processo de avaliação dos trabalhos através do sistema de gerenciamento eletrônico, garantindo sua transparência e idoneidade.

Os coordenadores do número especial serão responsáveis por supervisionar o processo de avaliação dos trabalhos e controlar se as modificações solicitadas pelos avaliadores foram efetivamente cumpridas pelos autores e autoras, dentro do prazo do cronograma estabelecido.

Os coordenadores do número especial deverão assegurar que os trabalhos cumpram com as normas editoriais da revista, bem como deverão efetuar uma primeira revisão do idioma, garantindo que os trabalhos estejam em condições de passar para as etapas seguintes, em caso de aprovação.

Os trabalhos deverão ser finalmente aprovados pelo Conselho Editorial da Revista Principia para sua publicação em um número especial, atendendo o cumprimento das normas da revista e suas considerações éticas. Os trabalhos aprovados permanecerão em Early View, antes de serem inseridos no número especial da Revista Principia.

A Revista Principia também poderá realizar convites para coordenadores com reconhecida competência em uma área temática avançada do conhecimento dentro do seu escopo.

Uma apresentação aos proponentes da temática do número especial está disponível neste link.

 

Princípios FAIR

A Revista Principia apoia os Princípios FAIR (Findable, Accessible, Interoperable, and Reusable) fornecem um conjunto de atributos desenvolvidos e validados pela comunidade científica necessária aos dados e metadados que significam:

  • Findable (Encontrável): os dados e metadados devem ser fáceis de encontrar, principalmente por sistemas computacionais (mineração de dados), e isso depende basicamente da utilização de identificadores persistentes;
  • Accessible (Acessível): os metadados devem ser recuperáveis por meio de seu identificador utilizando protocolos-padrão abertos de comunicação e devem permanecer acessíveis mesmo quando os dados não estiverem mais disponíveis;
  • Interoperable (Interoperável): os dados devem possibilitar que sejam combinados com outros dados e, portanto, seu formato deve ser interoperável com outros registros de dados, tanto a metadados quanto de dados;
  • Reusable (Reutilizável): os metadados e os dados devem ser descritos de forma apropriada para que possam ser combinados de várias formas. Para tanto, a possibilidade de reutilização dos dados deve ser explicitamente especificada por meio de licenças claras e preferencialmente abertas.

Os Princípios FAIR buscam especificamente aumentar a habilidade das máquinas e automaticamente encontrar e utilizar dados ou qualquer objeto digital, além de facilitar sua reutilização também por indivíduos.

Dessa forma, além de realizar o tratamento adequado dos metadados, a Revista Principia solicita aos autores que o conjunto de dados da pesquisa sejam publicados como material suplementar associado ao manuscrito submetido, e em caso de aprovação, ao artigo publicado, sendo os arquivos de dados hospedados no sistema OJS que gerencia os artigos da Revista Principia.

Curso de Escrita Científica - ACS - Prof. Osvaldo

A Revista Principia, em colaboração com a American Chemical Society (ACS), seção Brasil, disponibiliza aos interessados o material do curso de escrita científica realizada pelo Prof. Dr. Osvaldo Novais de Oliveira Junior, Editor Executivo da revista ACS Applied Materials & Interfaces e Diretor do Instituto de Física da USP - São Carlos/SP.

Esta parceria representa um marco significativo com a qualidade e a excelência de nossas publicações, além de proporcionar a oportunidade de compartilhar o conhecimento e experiência do Prof. Osvaldo, contribuindo para o aprimoramento da escrita científica. 

Material poderá ser acessado, clicando neste link.

Aulas gravadas:

Aula 1 - Sobre a anatomia de um artigo científico: descrição detalhada das várias seções de um artigo e o que devem conter. Ênfase especial para resumos.

Aula 2Estratégias para aprender inglês acadêmico para não-nativos e uso de inteligência artificial.

Aula 310 dicas para escrever seu artigo científico.

Equipe Editorial

Editor Chefe

    Prof. Dr. Ademar Gonçalves da Costa Junior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil

Comitê Editorial

    Prof. Dr. Adriano da Silva Marques, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. Andre Luis Christoforo, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Brasil
    Profa. Dra. Ana Laura Rosas Brito, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Profa. Dra. Ane Cristine Fortes da Silva, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Brasil
    Prof. Dr. Carlos Alberto Dallabona, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Brasil
    Profa. Dra. Dalany Menezes Oliveira, Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Dr. Elton Oliveira de Moura, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Brasil
    Prof. Dr. Fábio Gomes Ribeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Fábio Júnior Araújo Silva, Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Brasil
    Prof. Dr. Francisco Petrônio Alencar de Medeiros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Profa. Dra. Gardênia Marinho Cordeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Gilberto Reynoso Meza, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Brasil
    Profa. Dra. Gilmara Teixeira Barcelos Peixoto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF), Brasil
    Prof. Dr. Giovanilton Ferreira da Silva, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. Hugo Plínio de Andrade Alves, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Brasil
    Prof. Dr. José Carlos de Lima Júnior, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. Koje Daniel Vasconcelos Mishina, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Profa. Dra. Luzia Góes Camboim, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. Manoel Barbosa Dantas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Marcelo Cavalcanti Rodrigues, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Profa. Dra. Maria Angélica Ramos da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Profa. Dra. Mariana Amorim Fraga, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Brasil
    Profa. Dra. Mirella Leôncio Motta e Costa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Dra. Monaliza Mirella Morais Andrade Cordeiro, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) de Pernambuco, Brasil
    Profa. Dra. Natalia de Souza Correia, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Brasil
    Profa. Dra. Nelma Mirian Chagas de Araújo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Oscar Mitsuo Yamashita, Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), Brasil
    Prof. Dr. Pedro Bertemes Filho, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Brasil
    Profa. Dra. Poliana Sousa Epaminondas Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Rodiney Marcelo Braga dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Profa. Dra. Suélia de Siqueira Rodrigues Fleury Rosa, Universidade de Brasília (UnB), Brasil
    Prof. Dr. Tarso Vilela Ferreira, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Brasil
    Dr. Vinícius Jefferson Dias Vieira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil
    Prof. Dr. Vinícius Longo Ribeiro Vilela, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Brasil

Comitê Consultivo

    Profa. Dra. Ana Carolina Brandão Salgado, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Brasil
    Prof. Dr. Eduardo Sérgio Soares Sousa, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. João Batista Pereira, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Brasil
    Prof. Dr. João Luiz Calmon Nogueira da Gama, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Brasil
    Profa. Dra. Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Brasil
    Prof. Dr. Severino Bezerra da Silva, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil
    Prof. Dr. Thiago Jardelino Dias, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil

Contato

  • Endereço postal
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
    Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (PRPIPG)
    Avenida Dr. João da Mata, 256 - Jaguaribe - 58.015-020 - João Pessoa - PB, Brasil.
    Fone: (83) 9.8802-1696  (horário comercial)

  • Contato Principal
  • Editoria da Revista Principia
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
  • E-mail: revistaprincipia@ifpb.edu.br