Utilização de água residuária tratada na recuperação da fertilidade de solo degradado no semiárido paraibano

Emanoel Lima Martins

ORCID iD Instituto Nacional do Semiárido (INSA) Brasil

Vânia da Silva Fraga

Universidade Federal da Paraiba (UFPB) Brasil

Salomão de Sousa Medeiros

ORCID iD Instituto Nacional do Semiárido (INSA) Brasil

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da aplicação de água residuária tratada na recuperação dos teores de matéria orgânica e fósforo em um solo degradado na região semiárida. Foi realizado um experimento com irrigação de cinco espécies florestais da caatinga, no qual foram aplicados três tratamentos que consistiram na variação do tipo e do volume de água aplicados ao solo: 7 L por semana de água de abastecimento; 7 L por semana de água residuária; e 14 L por semana de água residuária. Após decorridos dois anos de irrigação, foram retiradas amostras do solo e analisadas quanto aos teores de matéria orgânica e fósforo. O teor de matéria orgânica no tratamento com aplicação de 14 L de água residuária em relação à aplicação de água de abastecimento foi cinco vezes superior na camada superficial e oito vezes na subsuperficial, respectivamente. A partir dos resultados encontrados, pode-se considerar que a utilização de água residuária de esgotos domésticos tratados é uma alternativa para a recuperação da capacidade produtiva do solo, pelo incremento nos teores de matéria orgânica e fósforo. A irrigação com água residuária tratada pode proporcionar incremento elevado nos teores de matéria orgânica e fósforo no solo até os 30 cm de profundidade.

Palavras-chave


Fósforo; Matéria orgânica; Reuso de água


Texto completo:

Referências


ANAMI, M. H.; SAMPAIO, S. C.; SUSZEK, M.; GOMES, S. D.; QUEIROZ, M. M. F. Deslocamento miscível de nitrato e fosfato proveniente de água residuária da suinocultura em colunas de solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 1, p. 75-80, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-43662008000100011.

APHA – AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. Washington, D.C.: APHA, 2012. 406 p.

AYERS, R. S.; WESTCOT, D. W. A qualidade da água na agricultura. 2. ed. Campina Grande: UFPB, 1999. 153 p.

AZEVEDO, R. P.; SALCEDO, I. H.; LIMA, P. A.; FRAGA, V. S.; LANA, R. M. Q. Mobility of phosphorus from organic and inorganic source materials in a sandy soil. International Journal of Recycling of Organic Waste in Agriculture, v. 7, p. 153-163, 2018. DOI: https://doi.org/10.1007/s40093-018-0201-2.

BECERRA-CASTRO, C.; LOPES, A. R.; VAZ-MOREIRA, I.; SILVA, E. F.; MANAIA, C. M.; NUNES, O. C. Wastewater reuse in irrigation: A microbiological perspective on implications in soil fertility and human and environmental health. Environment International, v. 75, p. 117-135, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.envint.2014.11.001.

BONINI, C. S. B.; ALVES, M. C.; MONTANARI, R. Lodo de esgoto e adubação mineral na recuperação de atributos químicos de solo degradado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 19, n. 4, p. 388-393, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v19n4p388-393.

CARVALHO, R. S.; SANTOS FILHO, J. S.; SANTANA, L. O. G.; GOMES, D. A.; MENDONÇA, L. C.; FACCIOLI, G. G. Influência do reúso de águas residuárias na qualidade microbiológica do girassol destinado à alimentação animal. Ambiente & Água, v. 8, n. 2, p. 157-167, 2013. DOI: https://doi.org/10.4136/ambi-agua.1116.

CURCIO, G. R.; LIMA, V. C.; GIAROLA, N. F. B. Antropossolos: proposta de ordem (1ª aproximação). Colombo, PR: Embrapa Florestas, 2004. 148 p.

DOETTERL, S.; BERHE, A. A.; NADEU, E.; WANG, Z.; SOMMER, M.; FIENER, P. Erosion, deposition and soil carbon: A review of process-level controls, experimental tools and models to address C cycling in dynamic landscapes. Earth-Science Reviews, v. 154, p. 102-122, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.earscirev.2015.12.005.

DUARTE, R. (org.). Do desastre natural à calamidade pública: a seca de 1998-1999. Fortaleza: BNB; Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2002. 144 p.

FALKINER, R. A.; SMITH, C. J. Changes in soil chemistry in an effluent-irrigated Pinus radiata and Eucalyptus grandis plantation. Australian Journal of Soil Research, v. 35, p. 131-147, 1997. Disponível em: http://hdl.handle.net/102.100.100/223496?index=1. Acesso em: 23 jun. 2020.

FERREIRA, E. M.; ANDRAUS, M. P.; CARDOSO, A. A.; COSTA, L. F. S.; LÔBO, L. M.; LEANDRO, W. M. Recuperação de áreas degradadas, adubação verde e qualidade da água. Revista Monografias Ambientais, v. 15, n. 1, p. 228-246, 2016. DOI: https://doi.org/10.5902/2236130819594.

GALVÃO, S. R. S.; SALCEDO, I. H. Soil phosphorus fractions in sandy soils amended with cattle manure for long periods. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 33, n. 3, p. 613-622, 2009. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000300014.

JACOMINE, P. K. T.; RIBEIRO, M. R.; MONTENEGRO, J. O.; SILVA, A. P.; MELO FILHO, H. F. R. Levantamento Exploratório – Reconhecimento de Solos do Estado da Paraíba. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura; Sudene, 1972. 670 p. (Boletim Técnico nº 15; Série Pedologia nº 8).

KLEIN, C.; AGNE, S. A. A. Fósforo: de nutriente à poluente! Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 8, n. 8, p. 1713-1721, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223611706430.

MARTINS, E. L. Variabilidade Espacial de Atributos Físicos e Químicos de um Antropossolo Decapítico com Aplicação de Água Residuária Tratada. 2017. 82 f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) – Universidade Federal da Paraíba, Areia, PB, 2017.

MEDEIROS, S. S.; SOARES, A. A.; FERREIRA, P. A.; SOUZA, J. A. A.; SOUZA, J. A.; MATOS, A. T. Comportamento dos atributos químicos do solo em resposta à aplicação de água residuária de origem doméstica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 9, (suplemento), p. 268-273, 2005. Disponível em: http://www.agriambi.com.br/revista/suplemento/index_arquivos/PDF/268.pdf. Acesso em: 23 jun. 2020.

NASCIMENTO, A. R. V. J. Atributos físicos e químicos de áreas degradadas pela mineração de scheelita na região tropical semiárida. 2015. 90 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.

OLATUYI, S. O.; AKINREMI, O. O.; FLATEN, D. N.; CROW, G. H. Accompanying cations and anions affect the diffusive transport of phosphate in a model calcareous soil system. Canadian Journal of Soil Science, v. 89, n. 2, p. 179-188, 2009. DOI: https://doi.org/10.4141/CJSS07118.

SALCEDO, I. H.; SAMPAIO, E. V. S. B. Matéria orgânica do solo no bioma caatinga. In: SANTOS, G. A.; SILVA, L. S.; CANELLAS, L. P.; CAMARGO, F. O. (ed.). Fundamentos da matéria orgânica do solo: ecossistemas tropicais e subtropicais. 2. ed. Porto Alegre: Metrópole, 2008. p. 419-441.

SAMPAIO, E. V. S. B.; ARAÚJO, M. S. B.; SAMPAIO, Y. S. B. Impactos ambientais da agricultura no processo de desertificação no Nordeste do Brasil. Revista de Geografia, v. 22, n. 1, p. 93-117, 2005. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistageografia/article/view/228637/23060. Acesso em: 23 jun. 2020.

SANTOS, I. M.; TAVARES, V. M.; MEYER, M. F. Avaliação de viabilidade ambiental, técnica e econômica da atividade de extração de cascalho no município de Arês – RN. In: CONGRESSO TÉCNICO CIENTÍFICO DA ENGENHARIA E DA AGRONOMIA, 2., 2015, Fortaleza. Anais [...]. Fortaleza: CONFEA, 2015. v.1, p. 514-522.

SCHULTE, E. E.; PETERS, J. B.; HODGSON, P. R. (ed.). Wisconsin procedures for soil testing, plant analysis and feed & forage analysis. Madison, WI: University of Wisconsin-Extension, Department of Soil Science, 1987. 9 p. (Soil Fertility Series, 6).

SOARES, D. B.; NÓBREGA, R. S.; MOTA FILHO, F. O.; PASSOS, C. R. F.; BORGES FILHO, E. F. A. Degradação dos solos por sais em Pernambuco, Brasil. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 9, n. 5, p. 1621-1628, 2016. DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.5.p1621-1628.

TEIXEIRA, P. C.; DONAGEMMA, G. K.; FONTANA, A.; TEIXEIRA, W. G. (ed.). Manual de métodos de análise de solo. 3. ed. Brasília, DF: Embrapa, 2017. 573 p.

THE R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing: Reference Index. Vienna, Austria: R Foundation for Statistical Computing, 2018. Disponível em: https://cran.r-project.org/doc/manuals/r-release/fullrefman.pdf. Acesso em: 23 jun. 2020.

VASCONCELOS SOBRINHO, J. Metodologia para identificação dos processos de desertificação: manual de indicadores. Recife: Sudene, 1978. 18 p.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n50p90-98

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 1359

Total de downloads do artigo: 812