A bacia do Rio Apodi-Mossoró (RN) como objeto de pesquisa em programas de pós-graduação

Jader Felipe Araújo Justo

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) Brasil

Wanderson Lucas Alves dos Santos

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) Brasil

 

 

Francisco das Chagas Silva Souza

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) Brasil

Resumo

A bacia hidrográfica do rio Apodi-Mossoró é a segunda maior em extensão no estado do Rio Grande do Norte – Brasil; daí a importância hídrica e socioeconômica que tem para as populações estabelecidas às margens dos seus rios e reservatórios. O objetivo deste artigo é apresentar um estado da arte das produções acadêmicas desenvolvidas nos Programas de Pós-Graduação strictu sensu de duas Instituições de Ensino Superior do Rio Grande do Norte (UFRN e UFERSA) acerca dessa bacia. Após consultas nos diretórios on line das pós-graduações, foram encontrados 18 trabalhos (dissertações e teses), os quais foram analisados com base nos objetivos, metodologias e resultados apresentados pelos autores em seus resumos. Verificou-se que a maior parte das produções se refere a análises de padrões físicos, químicos e biológicos da água em pontos específicos da bacia hidrográfica ou ao longo do trecho do rio Apodi/Mossoró. O aspecto socioambiental foi tratado de forma limitada nessas investigações. Assim, considerando-se os títulos e os textos dos resumos dos trabalhos investigados, conclui-se que as pesquisas desenvolvidas nessas pós-graduações são predominantemente técnicas, com pouca abertura a discussões interdisciplinares que, neste caso, funcionam como um elemento essencial nos estudos que envolvem a temática ambiental.  


Palavras-chave


Bacia Hidrográfica do rio Apodi–Mossoró; Recursos hídricos; Estado da arte; Programas de pós-graduações; Rio Grande do Norte


Texto completo:

Referências


AB’SÁBER, A. N. Sertões e sertanejos: uma geografia humana sofrida. Estudos avançados, São Paulo, v. 13, n. 36, p. 7-59, ago. 1999.

ARRUDA, G. Historia de ríos: Historia ambiental Signos Históricos, México, n. 16, p. 16-44, jul-dez. 2006.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE. Disponível em: http://www.anppas.org.br/novosite/index.php?p=frente. Acesso em: 17 out. 2015.

DEAN, W. A ferro e fogo: a história e a devastação da Mata Atlântica brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

DUARTE, R. H. História & natureza. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

FABER, M. A importância dos rios para as primeiras civilizações. História livre, Porto Alegre, 2011. Disponível em: http://www.historialivre.com/antiga/importancia_dos_rios.pdf. Acesso em: 15 set. 2015.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação e Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E MEIO AMBIENTE DO RIO GRANDE DO NORTE (IDEMA). Anuário Estatístico do Rio Grande do Norte. Natal, 2014.

INSTITUTO DE GESTÃO DAS ÁGUAS DO RIO GRANDE DO NORTE (IGARN). Bacia Apodi/Mossoró. Disponível em: http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/IGARN/doc/DOC000000000028892.PDF. Acesso em: 7 out. 2015.

MARTINEZ, P. H. História Ambiental no Brasil: pesquisa e ensino. São Paulo: Cortez, 2006.

MONTEIRO, D. M. Introdução à história do Rio Grande do Norte. Natal: EDUFRN, 2000.

MOSAICO. História dos rios no Brasil (dossiê). Goiânia, v. 1, n. 2, 2008. Disponível em: http://seer.ucg.br/index.php/mosaico/issue/view/50. Acesso em: 9 out. 2015.

OLIVEIRA-JÚNIOR, E. T.; Bacia hidrográfica do rio Apodi-Mossoró, Bacia: Macroinvertebrados como Bioindicadores e a percepção ambiental dos pescadores e marsiqueiras do seu entorno. 2009. 115 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente)– UFPB, João Pessoa, 2009. Disponível em: http://www.prpg.ufpb.br/prodema/novosite/smartgc/uploads/arquivos/eliezer_targino.pdf. Acesso em: 11 ago. 2016.

OLIVEIRA, M. A.; QUEIROZ, R. A. C. A poluição no Rio Mossoró (RN) e a ação intervencionista do Ministério Público. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE, 4., 2008, Brasília. Anais... Brasília, 2008. p. 1-14. Disponível em: http://www.anppas.or.br/encOntro4/cd/ARQUIVOS/GT-518-1004-

PDF. Acesso em: 7 out. 2015.

PÁDUA, J. A. Um sopro de destruição: pensamento político e crítica ambiental no Brasil escravocrata (1786-1888). 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

______. As bases teóricas da história ambiental. Estudos avançados, São Paulo, v. 24, n. 68, p. 81-101, 2010.

REIGOTA, M. O que é Educação Ambiental. 2. ed São Paulo: Brasiliense, 2012.

RIO GRANDE DO NORTE. Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – SEMARH. Baciashidrográficas. Disponível em: http://servicos.searh.rn.gov.br/semarh/sistemadeinformacoes/consulta/cBacia.asp. Acesso em: 17 out. 2015.

ROCHA, S. A.; LOUGON, M. S.; GARCIA, G. O. Influência de diferentes fontes de poluição no processo de eutrofização. Revista Verde, Mossoró, v. 4, n. 4, p. 01-06, out./dez. 2009.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. Alfabetização. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2000. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me000084.pdf. Acesso em: 20 set. 2015.

SOUZA, A. C. M.; SILVA, M. R. F.; DIAS, N. S. Gestão de recursos hídricos: o caso da bacia hidrográfica Apodi/Mossoró (RN). Irriga, Botucatu, Edição Especial, p. 280-296, 2012. Disponível em: http://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/453/250. Acesso em: 8 out. 2015.

SOUZA, F. S. Rios e terras: história ambiental de Goiás (1822-1850). 2013. 214 f. Dissertação (Mestrado em História) – UNESP, Programa de Pós-Graduação em História, Assis, 2013.

TRINDADE, S. L. B. História do Rio Grande do Norte. Natal: Editora do IFRN, 2010.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n31p95-103

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 2097

Total de downloads do artigo: 7896