Uma cosmologia em Nietzsche

Alvaro Henriques David Neto

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Resumo

O presente trabalho inclina-se à composição de uma cosmologia partindo do pensamento de Nietzsche. Para tanto, entende-se fundamental o trato de duas “grandezas” servientes à constituição de uma ideia de mundo: as forças e o tempo. Nesse sentido, para a composição do quadro de uma cosmologia arrimada no pensamento do filósofo alemão, faz-se mister, outrossim, analisar, preliminarmente, as noções de forças relacionais – vontade de poder – e eterno retorno do mesmo. Ato contínuo a tal enfrentamento, será proposto um espaço de interlocução entre as referidas noções filosóficas e algumas especulações engendradas pela física quântica hodierna, especialmente aquelas defluentes da teoria das cordas. Não se espera, com essa conversação teorética, defender uma espécie de “firmeza científica” atravessada no pensamento de Nietzsche, tampouco advogar que o filósofo adiantou conclusões que participam desse ramo da física. Em verdade, os pontos de convergência – se existem – entre as descrições mais se aproximam de um tentear para a narrativa de uma “leitura” de mundo: a “nossa”.

Palavras-chave


Nietzsche; Cosmologia; Vontade de poder; Eterno retorno do mesmo; Teoria das cordas


Texto completo:

Referências


ABDALLA, Elcio. Teoria quântica da gravitação: Cordas e teoria M. Revista Brasileira de Ensino de Física. São Paulo, v. 27, n. 1, p. 147-155, 2005.

MÜLLER-LAUTER, Wolfgang. Nietzsche: sua filosofia dos antagonismos e os antagonismos de sua filosofia. Tradução: Clademir Araldi. São Paulo: Editora Unifesp, 2009.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Além do bem e do mal: prelúdio a uma filosofia do futuro. Tradução, notas e posfácio: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. Tradução, notas e posfácio: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. A Gaia Ciência. Tradução, notas e posfácio: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Fragmentos póstumos: 1884-1885: volume V. Tradução: Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2015.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Fragmentos póstumos: 1885-1887: volume VI. Tradução: Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Fragmentos póstumos: 1887-1889: volume VII. Tradução: Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Genealogia da moral: uma polêmica. Tradução, notas e posfácio: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n47p56-69

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 924

Total de downloads do artigo: 754