Criação e Gestão do Conhecimento em uma Instituição de Ensino Superior em Santa Catarina na perspectiva de Lustri, Miura e Takahachi

Almerinda Bianca Bez Batti Dias

ORCID iD Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC) Brasil

Daiane Aparecida de Melo Heinzen

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC) Brasil

 

 

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar os quatro estágios de criação do conhecimento propostos por Nonaka e Konno (1998), bem como a gestão do conhecimento pelo modelo conceitual de Lustri, Miura e Takahachi (2005). Trata-se de pesquisa qualitativa, a luz do paradigma interpretativista. Utilizou-se o estudo de caso descritivo aplicado por meio de entrevistas aos gestores em uma instituição de ensino superior. A partir dos resultados, verificou-se que a instituição promove os quatro estágios de conversão do conhecimento, no entanto percebeu-se que, nas esferas do mapa conceitual, a instituição encontra-se frágil com relação à criação da base de registro do conhecimento. 

Palavras-chave


Conhecimento; Criação do Conhecimento Organizacional; Gestão do Conhecimento Organizacional


Texto completo:

Referências


ALAVI, M.; LEIDNER, D. E. Review: Knowledge management and knowledge management systems: Conceptual foundations and research issues. MIS Quarterly; v.25, n.1, p. 107-136, March 2001.

BHATT, G. D. Knowledge management in organizations: examining the interaction between technologies, techniques, and people. Journal of Knowledge Management, v 5, n 1, p. 68-75, 2001.

BURRELL, G.; MORGAN, G. Sociological Paradigms and Organizational Analysis. Londres: Heinemann, 1979.

CHOY, C. S.; Yew, W. K.; LIN, B. Criteria for measuring KM performance outcomes in organizations. Industrial Management & Data Systems, v.1, n. 6, p. 917-936, 2006.

JENNEX, M. E.; OLFMAN, L.; ADDO, T. B.A. The Need for an Organizational Knowledge Management Strategy. Proceedings of the Hawaii International Conference on System Sciences, 2003.

JENNEX, E. J. A proposed method for assessing knowledge loss risk with departing personnel. The journal of information and knowledge management systems, v.44, n.2, p. 185-209, 2014.

KRAEMER, R.; FREIRE, P. S.; SOUZA, J. A.; DANDOLINI, G. A. Maturidade de gestão do conhecimento: uma revisão sistemática da literatura para apoiar o desenvolvimento de novos modelos de avaliação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 7, Número Especial, p. 66-79, 2017.

LUSTRI, D.; MIURA, I. K.; TAKAHACHI, S. Gestão do Conhecimento desenvolvendo competências. Revista Inteligência Empresarial. n. 25, p. 20-27, 2005. (Publicação Crie – Centro de Referência em Inteligência Empresarial / Coppe – UFRJ).

MCINERNEY, C. R.; KOENIG, M. E. Knowledge management (KM) processes in organizations: Theoretical foundations and practice. Synthesis Lectures on Information Concepts, Retrieval, and Services, v.3, n.1, p. 1-96, 2011.

MIAKE, A. H. S.; CARVALHO, R. B.; PINTO, M. R.; GRAEML, A. R. Gestão do Conhecimento do Cliente (GCC): Proposta e Avaliação de um Modelo em um Grande Grupo Privado de Ensino Superior Brasileiro. Brazilian Business Review, v.15, n.2, p. 135-150, 2017.

NONAKA, I. The Knowledge-Creating Company. Harvard Business Review. 2007.

NONAKA, I.; KONNO, N. The concept of “Ba”: building a foundation for knowledge creation. California Management Review, v.40, n. 3, 1998.

NONAKA, I.; KROUGH, G. V.; VOELPEL, S. Organizational knowledge creation theory: evolutionary paths and future advances. Organization Studies, 2006.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. Tradução: Ana Beatriz Rodrigues e Priscila Martins Celeste. 12. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997. 358 p.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Teoria da criação do conhecimento organizacional. In: TAKEUCHI, H.; NONAKA, I. Gestão do conhecimento. Tradução Ana Thorell. Porto Alegre: Bookman, 2008. p. 54-90.

POLANYI, M. The tacit dimension. Gloucester, Mass: Peter Smith 1966.

Vieira, C. C. N.; PADILHA, C. K. P.; MACHADO, D. D. N.; CARVALHO, L. C. Processos de gestão do conhecimento no ensino superior: estudo em uma universidade de Santa Catarina. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v.11, n.4, p. 104-119, 2017.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n41p67-74

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 1559

Total de downloads do artigo: 1309