Dinâmicas sociais e ambientais na zona rural de Lagoa Seca – PB: um estudo de caso

Thiago Costa Ferreira

Instituto Nacional do Semiárido

Resumo

A compreensão das dinâmicas sociais e ambientais de uma dada localidade pode ser uma importante ferramenta para fomentar a sustentabilidade do meio rural. Portanto, o objetivo desta pesquisa foi compreender as dinâmicas sociais e ambientais encontradas na zona rural do munícipio de Lagoa Seca (PB). Deste modo, foi realizada uma busca bibliográfica acerca das dinâmicas sociais e ambientais visualizadas na zona rural do munícipio de Lagoa Seca (PB), na atualidade. Pode ser verificado que, por meio dos conhecimentos compilados, a localidade descrita neste trabalho apresenta uma grande quantidade de recursos naturais, também uma forte rede de social envolvida na vertente rural e que esta carece de ações, projetos e políticas públicas sustentáveis que, num futuro próximo, possa ser desenvolvido um quadro sustentável no meio rural da localidade. A produção de conhecimento acerca do desenvolvimento sustentável de uma dada região rural pode ser obtida por meio da compreensão das dinâmicas sociais e ambientais desta região sendo a Agroecologia, dentro de suas possibilidades de trabalho, uma ciência plural e interdisciplinar que pode ser útil para tal análise.

Texto completo:

Referências


ALBUQUERQUE, R..; ARAÚJO, R..; XAVIER, J.; SOUSA, R..; SOUSA, A.; SILVA, J.. Sitio Oiti: Uma Experiência Agroecológica em Lagoa Seca-PB. Cadernos de Agroecologia, v. 9, n. 4, 2015. ]

ALTIERI, M.A.; NICHOLLS, C.I. Prefácio. In: Agroecologia e sustentabilidade no mundo rural: experiências e reflexões de agentes de desenvolvimento local. LOBATO, P.E. & SCHIMITID,W. (Ed.), v. 1. Chapecó, SC: ARGOS, 2006.

ARAUJO, A. J. S.. Processo de trabalho na produção de verduras no Alvinho em Lagoa Seca-PB: A atividade dos trabalhadores rurais e sua relação com o processo saúde-doença. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Estadual da Paraíba. 2008. 55 p.

ASPTA. Agricultores do Polo da Borborema. Rio de Janeiro, RJ. ASPTA, 2018. Disponível em: http://aspta.org.br/2014/03/agricultoras-do-polo-da-borborema-tomam-as-ruas-de-massaranduba-pb-reivindicando-direitos-e-o-fim-da-violencia-contra-a-mulher/ Acesso em: 10/10/2018.

BAPTISTA, G.C.S.; ARAUJO, G.M. Práticas etnobiológicas para o desenvolvimento da competência intercultural na formação do professor de biologia. GAIA SCIENTIA, v. 12, n.2, págs. 76-88, 2018.

BARBOSA, Í.S.; ANDRADE, L.A.; ALMEIDA, J.A.P. Zoneamento agroecológico do município de Lagoa Seca, PB. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v.13, n.5, p.623-632, 2009.

CAPORAL, F.R. Em defesa de um Plano Nacional de Transição Agroecológica: compromisso com as atuais e nosso legado para as futuras gerações. Brasília. GUAÍBA, 2008.

COARACY, T. N. Agroecologia e permacultura a favor do campo acadêmico, comunidade rural e urbana. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, 2015. 32p.

COSTA, O.C; FERREIRA, A. C.; SILVA, V. F.; VITAL, W. N.; BARACUHY, M. P. Avaliação do índice ambiental da produção de hortaliças no sertão e agreste paraibano. In: congresso técnico científico da engenharia e da agronomia. In: Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia. v. 04. p. 45-49, Campina Grande –PB. Anais. Campina Grande, PB: EPGRAF, 2017.

COSTABEBER, J. A.; CAPORAL, F. R. Possibilidades e alternativas do desenvolvimento rural sustentável. In: Vela, Hugo. (Org.): Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural Sustentável no Mercosul. Santa Maria: Editora da UFSM/Pallotti, 2003. p.157-194.

CUNHA, A.L. Identificação da flora pioneira em área degradada por queimada. Monografia (Graduação em Agroecologia – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrarias e Ambientais, 2014. 45p.

DINIZ, P.C.L.; LIMA, J.R.T. Mobilização social e ação coletiva no Semiárido Brasileiro: convivência, agroecologia e sustentabilidade. Redes - Santa Cruz do Sul: Universidade de Santa Cruz do Sul, v. 22, n. 2, 2017 DOI: 10.17058/redes.v22i2.9353

DUARTE, M. A. de O. Aumento da violência na zona rural: análise dos municípios de Matinhas e Lagoa Seca, Paraíba. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2011. 72p..

EMEPA. Gestão Paraíba. EMEPA, 2018. Disponível em: https://gestaounificada.pb.gov.br/emepa/empresa/estacoes-experimentais/estacao-experimental-de-lagoa-seca-1 . Acesso em: 22/10/2018.

FERNANDES. D. O convento Ipuarana como fator de ocupação e expansão/urbana do município de Lagoa Seca – PB. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2016. 17 p.

FERREIRA, T. C.; SOUZA, J.T.A.; XAVIER, J.F. Descrição da transição agroecológica em agroecossistemas no município de Gurjão-PB. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 6, 2014 a.

FERREIRA, T.C. Preceitos ecológicos do padre Cícero: uma visão agroecológica. Polêm!ca. v. 13, n. 4, 2014 b.

FERREIRA, T.C.; OLIVEIRA, V.C. Produtos Fitossanitários Alternativos São Inofensivos? Brazilian Journal of Biosystems Engineering, vol. 10, 2016.

FONSECA, E.M.; DUSO, L.; HOFFMANN, M. B. Discutindo a temática agrotóxicos: uma abordagem por meio das controvérsias sociocientíficas. Revista Brasileira de. Eduação no. Campo, v. 2, n. 3, págs. 881-898, 2017. doi: http://dx.doi.org/10.20873/uft.2525-4863.2017v2n3p881

GERTRUDES JÚNIOR, N.A. Seleção de variedades crioulas de feijão vigna para a produção de grãos verdes. Monografia (Graduação em Agroecologia), Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, 2014. 27p.

GERTRUDES, R. A. Entre os calos da vassoura e da enxada: revisitando a história da trabalhadora rural do município de Lagoa Seca (1980-1992). Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2012. 66f.

GIRARDI, E. P.; FERNANDES, B. M. Geografia da conflitualidade do campo brasileiro. In: FERNANDES, B. M.; MEDEIROS, L. S. de; PAULILO, M. I. (orgs). História social do campesinato no Brasil – lutas camponesas contemporâneas: condições, dilemas e conquistas. tomo V. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

IBGE. Potencialidade agrícola. Brasília: Instituto Brasileiro de geografia e Estatística., 2018. Disponível em: ftp://geoftp.ibge.gov.br/atlas/nacional/atlas_nacional_do_brasil_2010/2_territorio_e_meio_ambiente/atlas_nacional_do_brasil_2010_pagina_79_potencialidade_agricola.pdf Acesso em: 03/12/2018.

IDEB. Indicie de Desenvolvimento da Educação Básica. Disponível: http://portal.mec.gov.br/conheca-o-ideb 22/11/2018 Acesso em: 10/05/2019.

JESUS, R.B. Os recursos naturais e sua exploração na formação territorial do município de Vitória da Conquista-BA. Enciclopédia Biosfera, vol.6, n.9, 2010.

LOPES, N.S.; SILVA, F.E.; COSTA, M.N.F.; RODRIGUES, W.A.D.; CAMARA, F.T. produtividade de fava e milho em função do sistema de consórcio em regime de sequeiro na região do Cariri-CE. Agrarian Academy, v. 4, n. 8; p. 2017. DOI: 10.18677/Agrarian_Academy_2017b2

MAGNANTI, N.J. Rede de Agroecologia do Território Serra Catarinense: um ator protagonista para o fortalecimento da agricultura familiar. Revista Agriculturas; experiencias em agroecologia, v. 6, n. 3. ASPTA. 2010.

MELLO, R. M. B. de. As informações contábeis como instrumento de gestão, na percepção dos produtores de agricultura familiar: estudo realizado no município de Lagoa Seca - PB. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, 2015. 20f.

MENEGAT, R.P., FONTANA, R.T. Condições de trabalho do trabalhador rural e sua interface com o risco de adoecimento. Ciência, Cuidados e Saúde, v. 9, n. 1, 2010.

OLIVEIRA, A.E.S.; SIMEÃO, M.; MOUSINHO, F.E.P.; GOMES, R.L.F. Desenvolvimento do feijão-fava (Phaseulus lunatus L.) sob déficit hídrico cultivado em ambiente protegido. Agrarian Academy, v.4, n.8; p. 2017 227.

OLIVEIRA, F. N.; TORRES, S.B.; BEBEDITO, C.P. Caracterização botânica e agronômica de acessos de feijão-fava, em Mossoró, RN. Revista Caatinga, v. 24, n. 1, p. 143-148, 2011.

ROCHA, M. A. de A. Educação ambiental aplicada à qualidade da água para consumo humano na zona rural de Lagoa Seca – PB. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2014. 18f.

SANTOS, A. S. Compartilhando saberes sobre segurança alimentar e nutricional na Vila Florestal. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, 2014. SANTOS, E. F. O papel dos municípios na proteção dos recursos hídricos. Revista Brasileira de Direito Constitucional, n. 18, 2011. 47f.

SILVA, A. E. O. Turismo em Matinhas – PB: uma análise dos impactos ambientais na Cachoeira do Pinga. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2012. 82f.

SILVA, A.P. ; ARAUJO, R. N. ; BEZERRA, R. S. ; OLIVEIRA, J. H. . O ensino de história como mediação entre a identidade campesina e os discursos urbanos: um estudo de caso na Escola Francisca Martiniano da Rocha (Lagoa Seca - PB). In: II Congresso Internacional de Educação Inclusiva e II Jornada Chileno Brasileira de Educação e Inclusão, 2016, Campina Grande - PB. Anais do II CINTEDI. Campina Grande: Realize, v. 1, 2016.

SOUZA, I.; CHAVES, L.H.G.; BARROS JUNIOR, G. Uso de agrotóxicos impactando a saúde de horticultores familiares na região de Lagoa Seca – Paraíba. Engenharia Ambiental, v. 8, n. 1, p. 232-245, 2011.

SOUZA, J. R. M. . Avaliação dos Impactos do PAA no município de Lagoa Seca-PB. In: VII SINGA, 2015, Goiânia. Jornada das Águas e Comunidades Tradicionais. Goiania: UFG, 2015. p. 553-565.

SOUZA, J. R. M.. A agricultura familiar e a problemática com o atravessador no município de Lagoa Seca-PB: Sítios Oití, Santo Antônio, Alvinho e Floriano. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2001. 57p.

UEPB. Centro de Ciências Agrárias e Ambientais. Campina Grande: 2018. Disponível em: http://centros.uepb.edu.br/ccaa/departamento-de-agroecologia-e-agropecuaria-daa/ Acesso em: 25/09/2018.


DOI: http://dx.doi.org/10.35512/ras.v3i2.3237

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 101

Total de downloads do artigo: 125