Carbonatação e penetração de cloretos em compósitos cimentícios com incorporação de lodo de estação de tratamento de água

Thiago Alex Hemkemeier

ORCID iD Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Brasil

Mariana de Almeida Motta Rezende

ORCID iD Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Brasil

Carla Signori Dal Ri

ORCID iD Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Brasil

Almir Sales

ORCID iD Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Brasil

Resumo

O descarte inadequado de lodo de estação de tratamento de água (LETA) em corpos d’água é um problema ambiental que preocupa os gestores de cerca de 7.500 estações de tratamento de água das cidades brasileiras. No presente artigo o LETA foi tratado em laboratório e utilizado em substituição parcial à areia natural na proporção de 3% em massa para produzir um novo compósito cimentício. Esse compósito cimentício foi avaliado em relação a alguns requisitos de durabilidade (carbonatação e penetração de cloretos). Para avaliar a profundidade de carbonatação e a penetração de cloretos nos compósitos cimentícios, foi utilizado o método colorimétrico, com solução indicadora da penetração de gás carbônico e solução de cloreto de sódio, respectivamente. Em relação a um compósito cimentício convencional (sem LETA), o compósito com LETA apresentou comportamento similar, podendo ser recomendado para fins estruturais no que se refere à profundidade de carbonatação e à penetração de cloretos.

Palavras-chave


carbonatação; concreto; corrosão; lodo de estação de tratamento de água; penetração de cloretos


Texto completo:

Referências


AASHTO – THE AMERICAN ASSOCIATION OF STATE HIGHWAY AND TRANSPORTATION OFFICIALS. T259 - Standard method of test for resistance of concrete to chloride ion penetration. Washington: AASHTO, 1980.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5738: Concreto - procedimento para moldagem e cura de corpos de prova. Rio de Janeiro: ABNT, 2015.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9479: Argamassa e concreto - câmaras úmidas e tanques para cura de corpos-de-prova. Rio de Janeiro: ABNT, 2006.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 16697: Cimento Portland - Requisitos. Rio de Janeiro: ABNT, 2018.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR NM 248: Agregados - determinação da composição granulométrica. Rio de Janeiro: ABNT, 2003.

ACHON, C. L.; BARROSO, M. M.; CORDEIRO, J. S. Resíduos de estações de tratamento de água e a ISO 24512: desafio do saneamento brasileiro. Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 18, n. 2, p. 115-122, 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-41522013000200003.

ALMEIDA, F. C. R.; SALES, A.; MORETTI, J. P.; MENDES, P. C. D. Sugarcane bagasse ash sand (SBAS): Brazilian agroindustrial by-product for use in mortar. Construction and Building Materials, v. 82, p. 31-38, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2015.02.039.

ALMEIDA, F. C. R.; SALES, A.; MORETTI, J. P.; MENDES, P. C. D. Use of sugarcane bagasse ash sand (SBAS) as corrosion retardant for reinforced Portland slag cement concrete. Construction and Building Materials, v. 226, p. 72-82, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2019.07.217.

ASTM – AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM C876-15. Standard test method for corrosion potentials of uncoated reinforcing steel in concrete. Philadelphia: ASTM, 2015. Disponível em: https://www.astm.org/c0876-15.html. Acesso em: 10 nov. 2021.

CORDEIRO, J. S. Processamento de lodos de Estações de Tratamento de Água (ETAs). In: ANDREOLI, C. V. (org.). Resíduos sólidos do saneamento: processamento, reciclagem e disposição final. Rio de Janeiro: RiMA, ABES, 2001. cap. 5, p. 121-142.

CUCINA, M.; RICCI, A.; ZADRA, C.; PEZZOLLA, D.; TACCONI, C.; SORDI, S.; GIGLIOTTI, G. Benefits and risks of long-term recycling of pharmaceutical sewage sludge on agricultural soil. Science of The Total Environment, v. 695, 133762, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2019.133762.

ESHTIAGHI, N.; MARKIS, F.; YAP, S. D.; BAUDEZ, J.-C.; SLATTER, P. Rheological characterisation of municipal sludge: a review. Water Research, v. 47, n. 15, p. 5493-5510, 2013. DOI: https://doi.org/10.1016/j.watres.2013.07.001.

FRANÇOIS, R.; LAURENS, S.; DEBY, F. Steel corrosion in reinforced concrete. In: FRANÇOIS, R.; LAURENS, S.; DEBY, F. (org.). Corrosion and its consequences for reinforced concrete structures. Londres: ISTE Press - Elsevier, 2018. cap. 1, p. 1-41. DOI: https://doi.org/10.1016/B978-1-78548-234-2.50001-9.

GODOY, L. G. G.; ROHDEN, A. B.; GARCEZ, M. R.; COSTA, E. B.; DALT, S.; ANDRADE, J. J. O. Valorization of water treatment sludge waste by application as supplementary cementitious material. Construction and Building Materials, v. 223, p. 939-950, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2019.07.333.

GODOY, L. G. G.; ROHDEN, A. B.; GARCEZ, M. R.; DALT, S.; GOMES, L. B. Production of supplementary cementitious material as a sustainable management strategy for water treatment sludge waste. Case Studies in Construction Materials, v. 12, e00329, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.cscm.2020.e00329.

GONZÁLEZ, K. B.; PACHECO, E.; GUZMÁN, A.; PEREIRA, Y. A.; CUADRO, H. C.; VALENCIA, J. A. F. Use of sludge ash from drinking water treatment plant in hydraulic mortars. Materials Today Communications, v. 23, 100930, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.mtcomm.2020.100930.

HAMMER, Ø.; HARPER, D. A. T.; RYAN, P. D. PAST: Paleontological Statistics Software Package for Education and Data Analysis. Palaeontologia Electronica, v. 4, n. 1, art. 4, 2001. Disponível em: https://palaeo-electronica.org/2001_1/past/past.pdf. Acesso em: 15 maio 2023.

HE, F.; SHI, C.; YUAN, Q.; CHEN, C.; ZHENG, K. AgNO3-based colorimetric methods for measurement of chloride penetration in concrete. Construction and Building Materials, v. 26, n. 1, p. 1-8, 2012. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2011.06.003.

HEMKEMEIER, T. A. Monitoramento de corrosão por potencial de circuito aberto em armaduras embutidas em corpos de prova de argamassa. 2021. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/14290. Acesso em: 2 nov. 2021.

KAISH, A. B. M. A.; ODIMEGWU, T. C.; ZAKARIA, I.; ABOOD, M. M.; NAHAR, L. Properties of concrete incorporating alum sludge in different conditions as partial replacement of fine aggregate. Construction and Building Materials, v. 284, 122669, 2021. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2021.122669.

MORETTI, J. P.; SALES, A.; ALMEIDA, F. C. R.; REZENDE, M. A. M.; GROMBONI, P. P. Joint use of construction waste (CW) and sugarcane bagasse ash sand (SBAS) in concrete. Construction and Building Materials, v. 113, p. 317-323, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2016.03.062.

MORETTI, J. P.; SALES, A.; QUARCIONI, V. A.; SILVA, D. C. B.; OLIVEIRA, M. C. B.; PINTO, N. S.; RAMOS, L. W. S. L. Pore size distribution of mortars produced with agroindustrial waste. Journal of Cleaner Production, v. 187, p. 473-484, 2018. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2018.03.219.

PAULETTI, C.; POSSAN, E.; DAL MOLIN, D. C. C. Carbonatação acelerada : estado da arte das pesquisas no Brasil. Ambiente Construído. Revista On-line da ANTAC, v. 7, n. 4, p. 7-20, 2007. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/ambienteconstruido/article/view/3750. Acesso em: 2 nov. 2021.

RIBEIRO, D. V.; SALES, A.; SOUSA, C. A. C.; ALMEIDA, F. C. R.; CUNHA, M. P. T.; LOURENÇO, M. Z.; HELENE, P. R. L. Corrosão e degradação em estruturas de concreto armado: teoria, controle e métodos de análise. 2. ed. São Paulo: Elsevier, 2018.

RICHTER, C. A. Tratamento de lodo de estação de tratamento de água. São Paulo: Blücher, 2001.

RILEM – INTERNATIONAL UNION OF LABORATORIES AND EXPERTS IN CONSTRUCTION MATERIALS, SYSTEMS AND STRUCTURES. CPC-18 measurement of hardened concrete carbonation depth. Materials and Structures, v. 21, p. 453-455, 1988. DOI: https://doi.org/10.1007/BF02472327.

SALES, A.; SOUZA, F. R. Concretes and mortars recycled with water treatment sludge and construction and demolition rubble. Construction and Building Materials, v. 23, n. 6, p. 2362-2370, 2009. DOI: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2008.11.001.

SENGUPTA, A. K.; SHI, B. Selective alum recovery from clarifier sludge. Journal of American Water Works Association, v. 84, n. 1, p. 96-103, 1992. DOI: https://doi.org/10.1002/j.1551-8833.1992.tb07290.x.

TORRES, A.; BRANDT, J.; LEAR, K.; LIU, J. A looming tragedy of the sand commons. Science, v. 357, n. 6355, p. 970-971, 2017. DOI: https://doi.org/10.1126/science.aao0503.

WIZIACK, J. Ano já acabou para a construção civil. Folha de São Paulo, São Paulo, 3 maio 2019. Painel S.A., p. 6-8. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painelsa/2019/05/ano-ja-acabou-para-a-construcao-civil-diz-setor.shtml. Acesso em: 2 nov. 2021.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-0306a2021id6294

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 1009

Total de downloads do artigo: 524