Utilização das tecnologias digitais no ensino do espanhol: uma revisão integrativa

Simone Gomes Torquato

Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) Brasil

Jociano Coêlho de Souza

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Maria das Graças de Oliveira Pereira

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Luis Humberto Franquet

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Resumo

A pandemia do COVID-19, declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em março de 2020, modificou as práticas pedagógicas e expôs uma fragilidade importante das instituições de ensino e dos professores de espanhol. Será que vínhamos desenvolvendo competências digitais suficientes para atuar de forma remota? E esses recursos digitais serão eficazes no ensino do idioma espanhol para o Ensino Médio? Justificando-se com essas preocupações, este estudo foi construído baseado em uma revisão integrativa cuja questão norteadora foi descobrir o que os estudos publicados antes da pandemia do COVID-19 indicavam sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TDIC) pelos professores de língua espanhola do Ensino Médio. Para tal, realizou-se preliminarmente a fundamentação teórica, citando pesquisadores como Bacich (2018, 2020) e Rojo (2013). Em seguida foi executada a busca nas bases de dados disponíveis na internet por trabalhos diversos como artigos, teses e/ou dissertações, que tivessem sido realizados em um recorte temporal que abarcasse os anos de 2014 a 2019. Todos os estudos demonstraram que as TDIC são motivadoras, estimulam a autonomia e tornam a aprendizagem do espanhol significativa, ao mesmo tempo em que afirmavam a necessidade de preparação dos professores para as inovações tecnológicas.

Palavras-chave


Aprendizagem; Espanhol; Educação; Ensino Médio; TDIC


Texto completo:

Referências


ALMEIDA, M. E. B. Transformações no trabalho e na formação docente na educação a distância on-line. Em Aberto, v. 23, n. 84, p. 67-77, 2010. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.23i84.2262.

BACICH, L. As tecnologias digitais e seu papel transformador nas ações de ensino e aprendizagem. In: BACICH, L. Blog Inovação na Educação. [S.l.], 10 out. 2018. Disponível em: https://lilianbacich.com/2018/10/10/as-tecnologias-digitais-e-seu-papel-transformador-nas-acoes-de-ensino-e-aprendizagem/. Acesso em: set. 2020.

BACICH, L. Ensino híbrido: modelos que podem apoiar a reabertura das escolas. In: BACICH, L. Blog Inovação na Educação. [S.l.], 31 maio 2020. Disponível em: https://lilianbacich.com/2020/05/31/ensino-hibrido-modelos-que-podem-apoiar-a-reabertura-das-escolas/. Acesso em: nov. 2020.

BACICH, L. Entrevista. In: BACICH, L. Blog Inovação na Educação. [S.l.], 5 ago. 2016. Disponível em: https://lilianbacich.com/2016/08/05/entrevista/. Acesso em: dez. 2021.

BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

BARBOSA, A. F. (coord.). Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas Brasileiras. 1. ed. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014. [e-book]. Disponível em: http://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic-educacao-2013.pdf. Acesso em: nov. 2020.

BITTENCOURT, P. A. S.; ALBINO, J. P. O uso das tecnologias digitais na educação do século XXI. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. 1, p. 205-214, 2017. DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.9433.

BOLZAN, V. L. E. O uso das TICs no ensino das disciplinas da área de linguagens. 2019. 45 f. Monografia (Especialização em Mídia na Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/203238. Acesso em: set. 2020.

BOTELHO, L. L. R.; CUNHA, C. C. A.; MACEDO, M. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão & Sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136, 2011. DOI: https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220.

CAMILLO, C. M. Blended learning: uma proposta para o ensino híbrido. Revista EaD & Tecnologias Digitais na Educação, v. 5, n. 7, p. 64-74, 2017. DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v5i7.6660.

CHRISTENSEN, C. M.; HORN, M. B.; STAKER, H. Is K-12 blended learning disruptive? An introduction to the theory of hybrids. Lexington: Clayton Christensen Institute for Disruptive Innovation, 2013. Disponível em https://eric.ed.gov/?id=ed566878. Acesso em: out. 2020.

COSTA, E. D. B. Construção da autonomia na aprendizagem do espanhol mediada por tecnologias digitais: uma experiência com jovens do Ensino Médio. 2018. 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Universidade de Brasília, Brasília, 2018. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34181. Acesso em: set. 2020.

ERCOLE, F. F.; MELO, L. S.; ALCOFORADO, C. L. G. C. Revisão integrativa versus revisão sistemática. Revista Mineira de Enfermagem, v. 18, n. 1, p. 9-11, 2014. DOI: http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140001.

FREITAS, M. T. Letramento digital e formação de professores. Educação em Revista, v. 26, n. 3, p. 335-352, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-46982010000300017.

HORN, M. B.; STAKER, H.; CHRISTENSEN, C. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

KRAVISKI, M. R. Formar-se para formar: formação continuada de professores da educação superior — em serviço — em metodologias ativas e ensino híbrido. 2019. 130 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias) – Centro Universitário Internacional UNINTER, Curitiba, 2019.

LACERDA, N. A.; SANTOS, H. P. O letramento digital na prática docente do professor de língua portuguesa no ensino fundamental. Revista Ininga, Teresina, v. 4, n. 1, p. 72-92, 2017. Disponível em: https://revistas.ufpi.br/index.php/ininga/article/view/5956. Acesso em: dez. 2021.

LEÃO, M. J. Produção de vídeos em língua espanhola: o whatsapp como meio de interação. 2018. Monografia (Especialização em Tecnologias da Informação e da Comunicação Aplicadas à Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santana do Livramento, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/15230. Acesso em: set. 2020.

MARTINAZZO, C. J.; GRIEBELER, J. G. A dinâmica não linear da educação a distância: um olhar a partir da complexidade. Revista Diálogo Educacional, v. 18, n. 57, p. 478-493, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.18.057.AO03.

MARTINS, C. Você já ouviu falar em letramento digital? Veja como trabalhá-lo! Escolas disruptivas, Campinas, 6 set. 2018. Disponível em: https://escolasdisruptivas.com.br/steam/letramento-digital/. Acesso em: nov. 2020.

MARZARI, G. Q. Repensando a sala de aula a partir do letramento digital. Entretextos, Londrina, v. 14, n. 2, p. 7-25, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2014v14n2p.

MESQUITA, S. S. M. O blog como recurso pedagógico para o ensino da Língua Espanhola. 2016. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino Tecnológico) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, Manaus, 2016. Disponível em: http://repositorio.ifam.edu.br/jspui/handle/4321/61. Acesso em: set. 2020.

MOREIRA, M. A.; KELECOM, K. J. O uso de murais virtuais em um projeto interdisciplinar de línguas estrangeiras no Ensino Médio. Revista do Seminário Mídias & Educação, São Cristóvão, v. 3, 2017. Disponível em: https://cp2.g12.br/ojs/index.php/midiaseeducacao/article/view/1462. Acesso em: set.2020.

PEIXOTO, W. R. Uso de TICS no ensino de língua espanhola no IFPE: fundamentação e metodologia de uma experiência. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E ENCONTRO DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (SIED:ENPED), 2016, São Carlos. Anais [...]. São Carlos: UFSCar, 2016. Disponível em: http://sistemas3.sead.ufscar.br/ojs/index.php/2016/article/view/1529. Acesso em: nov. 2020.

PEREIRA, M. R. I. S.; VALE, L. C. Uso da gamificação como metodologia de ensino aplicada em língua espanhola: uma abordagem no colégio estadual Manuel Bomfim. Ideias & Inovação – Lato Sensu, v. 5, n. 2, p. 75-84, 2019. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/ideiaseinovacao/article/view/7912. Acesso em: dez. 2021.

RELATO de Experiência: veja como fazer, modelo e exemplo pronto. Projeto acadêmico, 27 ago. 2019. Disponível em: https://projetoacademico.com.br/relato-de-experiencia/. Acesso em: nov. 2020.

ROJO, R. (org.). Escola conectada: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola, 2013.

ROMANI, C. C. Explorando tendências para a educação no século XXI. Cadernos de Pesquisa, v. 42, n. 147, p. 848-867, 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-15742012000300011.

SANTOS, J. N. S. Coronavírus revela a necessidade do letramento digital no contexto escolar: análise sobre a necessidade do letramento digital no contexto escolar. Brasil Escola, [s.l.], 2020. Disponível em: https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/atualidades/coronavirus-revela-a-necessidade-do-letramento-digital-no-contexto-escolar.htm. Acesso em: nov. 2020.

SENHORAS, E. M. Coronavírus e Educação: análise dos impactos assimétricos. Boletim de Conjuntura (BOCA), v. 2, n. 5, p. 128-136, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.3828085.

SILVA, E. T.; BEZERRA, F. A. S. Redes sociais digitais na aquisição de língua estrangeira: relatos com estudantes do Ensino Médio e ensino superior. Redin – Revista Educacional Interdisciplinar, v. 6, n. 1, p. 1-8, 2017. Disponível em: https://seer.faccat.br/index.php/redin/article/view/602. Acesso em: dez. 2021.

SILVA, I.; PEPLER, E. C. O uso de tecnologias digitais em práticas de letramento no ensino médio: agência e desafios no ensino de língua espanhola. Revista Língua & Literatura, v. 21, n. 38, p. 47-62, 2019. Disponível em: http://revistas.fw.uri.br/index.php/revistalinguaeliteratura/article/view/3497. Acesso em: dez. 2021.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443-466, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009.

UNESCO. TIC na educação do Brasil. [2019]. Disponível em: https://pt.unesco.org/fieldoffice/brasilia/expertise/ict-education-brazil. Acesso em: dez. 2021.

WHO – WORLD HEALTH ORGANIZATION. Health Emergency Dashboard. 2020. Disponível em: https://covid19.who.int/region/amro/country/br. Acesso em: set. 2020.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-0306a2021id5308

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 696

Total de downloads do artigo: 362