Tratamento de águas residuais utilizando o bambu como filtro

Jaiane dos Santos Pastor

Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) Brasil

Antônio da Silva Sobrinho Júnior

Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) Brasil

Gabrielly da Mota Nunes

ORCID iD Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) Brasil

Resumo

A água é crucial para a sobrevivência dos seres vivos, porém a sua escassez tem sido um dos maiores problemas que a humanidade tem enfrentado. No Brasil, muitos domicílios ainda não contam com coleta de esgoto e abastecimento de água, principalmente em áreas rurais, fazendo com que seja necessário o reúso de água ou até mesmo o uso de água não tratada, inadequada para consumo humano. Diante disso, estudiosos têm desenvolvido meios de tratamento de água, porém, alguns métodos são caros, ineficientes e podem causar poluição ao meio ambiente. Faz-se necessário elaborar tratamentos sustentáveis, acessíveis e econômicos. Este estudo expõe um método utilizando o bambu como filtro para o tratamento de águas servidas, provenientes de lavagens para fins não potáveis. As análises envolvem estudos em laboratório com aparelhos e percepção a olho nu. Os resultados obtidos foram comparados à Resolução COEMA Nº 2 de 02/02/2017 e à NBR 13969/1997, que determinam critérios e padrões para que águas residuais possam ser reutilizadas para fins não potáveis, ou lançadas em corpos hídricos.  Foi mostrado também que o bambu pode ser uma alternativa de filtro para tratamento de águas servidas.

Palavras-chave


Água; Reuso; Sustentabilidade; Métodos


Texto completo:

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13969 – Tanques sépticos – unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos – projeto, construção e operação. Rio de Janeiro, 1997.

BRASIL. Resolução conjunta SES/SMS/SSRH nº 01, de 28 de junho de 2017. Governo do Estado de São Paulo., DOE, p. 41-42, 26 jun. 2017.

CABRAL, Fernando da Silva et al. Sustentabilidade aplicada a partir do reaproveitamento de água de condicionadores de ar. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 35., 2015, Fortaleza. Anais... Fortaleza: Associação Brasileira de Engenharia de Produção, 2015. p. 1-15. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/TN_STP_216_277_27473.pdf. Acesso em: 6 dez. 2019.

CARVALHO, Nathália Leal et al. Reutilização de águas residuárias. Revista Monografias Ambientais - REMOA, Santa Maria-RS, ano 2, v. 14, p. 3164-3171, mar. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5902/2236130812585. Acesso em: 7 dez. 2019.

CEARÁ. Resolução COEMA nº 2 de 2 de fevereiro de 2017. Dispõe sobre padrões e condições para lançamento de efluentes líquidos gerados por fontes poluidoras, revoga as Portarias SEMACE nº 154, de 22 de julho de 2002 e nº 111, de 05 de abril de 2011, e altera a Portaria SEMACE nº 151, de 21 de fevereiro de 2017. Diário Oficial do Estado do Ceará, Fortaleza, 2002. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=337973. Acesso em: 28 jan. 2020.

CRESWELL, John W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e mistos. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, Henrique José Polato; CLAUDINO, Tuane. Modelos didáticos de propostas alternativas para tratamento de resíduos de fossas sépticas. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 13., 2017, Curitiba. Anais... Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2017. p. 6110-6124. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/26948_14040.pdf. Acesso em: 8 dez. 2019.

HILLMAN, Beatriz de Oliveira; ALLEM, Patrícia Montagna. Estudo de Tratamento de Água Residuária com Meio Suporte de Bambu. 2017. Artigo (Bacharelado em Engenharia Civil) – Universidade Estadual de Santa Catarina, [S. l.], 2017. Disponível em: http://repositorio.unesc.net/bitstream/1/5548/1/BeatrizHillman.pdf. Acesso em: 12 ago. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua : Características gerais dos domicílios e dos moradores 2018. Rio de Janeiro, 2019.

MARÇAL, Vitor Hugo Silva. Análise Comparativa de Normas Técnicas Internacionais para o Emprego do Bambu – colmo em estruturas prediais. 2018. 193 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade de Brasília, Brasília, 2018. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6752777. Acesso em: 18 nov. 2019.

MARIN, Camila Burigo. Alternativa de Tratamento de Esgoto Sanitário para o Município de Itapema, SC. 2014. 28 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialista) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/handle/1884/40164. Acesso em: 18 nov. 2019.

MORAIS, Naassom Wagner Sales; SANTOS, André Bezerra dos. Análise dos padrões de lançamento de efluentes em corpos hídricos e de reúso de águas residuárias de diversos estados do Brasil. Revista DAE, [S. l.], ano 215, v. 67, n. 215, p. 40-55, 24 mar. 2019. Disponível em: https://www.doi.editoracubo.com.br/10.4322/dae.2019.004. Acesso em: 5 fev. 2020.

OLIVEIRA, Luiz Fernando Andrade. Conhecendo Bambus e suas Potencialidades Para Uso na Construção Civil. 2013. 90 p. Monografia (Especialização em Construção Civil) - Universidade Federal de Minas Gerais, [S. l.], 2013. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/BUBD-9GBPWL/1/monografia_conhecendo_bambus_e_suas_potencialidades___luiz_fernando_andrade__de_oliveira.pdf. Acesso em: 9 dez. 2019.

PARAÍBA. Lei nº 10.033, de 3 de julho de 2013. Institui a Política Estadual de Captação, Armazenamento e Aproveitamento da Água da Chuva no Estado da Paraíba, e dá outras providências. Paraíba: DOE, [2013]. Disponível em: https://www.normasbrasil.com.br/norma/lei-10033-2013-pb_310531.html. Acesso em: 9 dez. 2020.

PASTOR, Jaiane dos Santos; BARROS, Adrielle Medeiros; NUNES, Gabrielly da Mota; SOBRINHO JÚNIOR, Antônio da Silva. Aplicação do Bambu na Construção Civil: Projeto Sustentável de Interesse Social. In: CONGRESSO NACIONAL DE CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS, 3., João Pessoa, 2018. Anais... João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba, 2018. p. 357-365.

REZENDE, Amanda Teixeira. Reuso Urbano de Água para Fins Não Potáveis no Brasil. 2016. 106 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenheiro Ambiental e Sanitarista) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2016. Disponível em: http://www.ufjf.br/engsanitariaeambiental/files/2014/02/TFC-AMANDA-REZENDE-FINAL.pdf. Acesso em: 7 fev. 2020.

SILVA, M. A.; SANTANA, C. G. Reuso da Água: Possibilidades de Redução do Desperdício nas Atividades Domésticas. Revista do CEDS: Periódico do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável da UNDB, São Luís, v.1, n.1, ago./dez. 2014. Disponível em: http://tratamentodeagua.com.br/wp-content/uploads/2016/05/REUSO-DE-%C3%81GUA-possibilidades-de-redu%C3%A7%C3%A3o-do-desperd%C3%ADcio-nas-atividades-dom%C3%A9sticas.pdf. Acesso em: 6 dez. 2019.

SOBRINHO JÚNIOR, Antônio da Silva; TORRES, Sandro Marden; BARBOSA, Normando Perazzo. Resistência Mecânica de Painéis de Bambu e Argamassa com Resíduos Industriais para Construções de Interesse Social. InterScientia, João Pessoa, v. 3, n.1, p. 194-206, jan./jun. 2015.

TONETTI, Adriano Luiz; BRASIL, Ana Lúcia; MADRID, Francisco José Peña y Lillo; FIGUEIREDO, Isabel Campos Salles; SCHNEIDER, Jerusa; CRUZ, Luana Mattos de Oliveira; DUARTE, Natália Cangussu; FERNANDES, Patrícia Moreno; COASACA, Raúl Lima; GARCIA, Rodrigo Sanches; MAGALHÃES, Taína Martins. Tratamento de Esgotos Domésticos em Comunidades Isoladas: referencial para a escolha de soluções. Campinas - SP: Biblioteca Unicamp, 2018. 153 p. Disponível em: http://www.mpsp.mp.br/portal/pls/portal/!PORTAL.wwpob_page.show?_docname=2639660.PDF. Acesso em: 7 dez. 2019.

TONETTI, Adriano Luiz; FILHO, Bruno Coraucci; GUIMARÃES, José Roberto; CRUZ, Luana Mattos de Oliveira; NAKAMURA, Marcela Soliz. Avaliação da partida e operação de filtros anaeróbios tendo bambu como material de recheio. Eng Sanit Ambient, [S. l.], p. 11-16, 1 jan. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/esa/v16n1/a04v16n1. Acesso em: 18 nov. 2019.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-0306a2020v1n51p123-134

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 654

Total de downloads do artigo: 565