Estudo e caracterização de folhelhos oriundos da perfuração de poços de petróleo da Bacia do Araripe

Larissa Luciana de Melo

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

João Pedro Souza Andrade

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

João Pinheiro de Melo Neto

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Danielly Vieira Lucena

ORCID iD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Clarice Oliveira da Rocha

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Resumo

A estabilidade de folhelhos ricos em argila é profundamente afetada por suas interações físicas e químicas complexas com fluidos de perfuração. Assim, estas rochas com alto teor de argila mostraram alterações significativas, tais como inchaço ou expansão, quando colocadas em contato com fluidos aquosos para a adsorção de moléculas polares de água ou íons hidratados dissolvidos no meio. Essas mudanças podem causar colapso da rocha durante a perfuração com fluidos de perfuração à base de água. Para uma melhor compreensão do comportamento de folhelhos, este trabalho objetiva analisar a reatividade de folhelhos provenientes da Bacia do Araripe, por meio da sua caracterização. Para isto, os folhelhos foram submetidos a ensaios de CTC, FRX, DRX e inchamento de Foster. Foi possível detectar que os folhelhos apresentaram significativos valores de CTC bem como FRX com composição próxima da esmectita e padrão de DRX com picos característicos da esmectita. Em relação ao inchamento de Foster, o folhelho com maior CTC (F-IP) também apresentou o maior valor de inchamento, indicando que a CTC pode ser aplicada como parâmetro indicativo da reatividade.

Palavras-chave


Formações Reativas; Caracterização; Fluidos de Perfuração Inibidos; Folhelhos


Texto completo:

Referências


AMORIM, C. L. G. et al. Effect of clay-water interactions on clay swelling by X-ray diffraction. Nuclear Instruments & Methods in Physics Research , v. 580, p. 768-770, 2007.

CELIK, H. Tecnological characterization and industrial application of two Turkish clays for the ceramic industry. Applied Clay Science, v. 50, p. 245-254, 2010.

DIAZ-PEREZ, A.; CORTES-MONROY, I.; ROEGIERS, J. C. The role of water/clay interaction in the shale characterization. Journal of Petroleum Science and Engineering, nº 58, p. 83-98, 2007.

DUARTE, R. G. Avaliação da Interação Folhelho-Fluido de Perfuração para Estudos de Estabilidade de Poços. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil)–Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Engenharia Civil, 2004.

FRYDMAN, M.; PUC-RIO; DA FONTOURA, S. A. B. Modeling Aspects of Wellbore Stability in Shales. Paper Society of Petroleum Engineers, v. 69529, Buenos Aires, Argentina, 2001.

KHODJA, M. et al. Shale problems and water-based drilling fluid optimisation in the Hassi Messaoud Algerian oil field. Applied Clay Science, v. 49, p 383–393, 2010.

LEITE, I.F.; RAPOSO, C. M. O.; SILVA, S. M. L.; Caracterização estrutural de argilas bentoníticas nacional e importada: antes e após o processo de organofilização para utilização como nanocargas. Cerâmica, v. 54, p. 303-308, 2008.

MOTTA, J. F. M. et al. Argila plastic para ceramic branca, Rochas e Minerais industriais, v. 9, p. 33-46, 2008.

O’BRIEN, D. E.; CHENEVERT, M. E. Stabilizing sensitive shales with inhibited, potassium based drilling fluids. Journal Petroleum Technology, p. 1089-1100, 1973.

PONTE, F. C.; PONTE FILHO, F. C. Evolução Tectônica e Classificação da Bacia do Araripe. In: BOL. 4° SIMPÓSIO SOBRE O CRETÁCEI DO BRASIL, Águas de São Pedro-SP, Rio Claro. p. 123-133, 1996.

RABE, C.; FONTOURA, S. A. B. Efeito dos sais orgânicos nas propriedades físicoquímicas de folhelhos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PETRÓLEO E GÁS – RIO OIL AND GAS, Rio de Janeiro, 2003.

SOUSA SANTOS, P. Ciência e tecnologia de argilas. v.2, Editora Edgard Blucher Ltda., São Paulo, 1992.

VAN OORT, E. On the physical and chemical stability of shales. Journal of Petroleum Science and Engineering, v. 38, p. 213-235, 2003.

WILSON, J. M.; WILSON. L. Clay mineralogy and shale instability: an alternative conceptual analysis. Clay Minerals, v. 49, p.127-145, 2014.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n40p11-20

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 1265

Total de downloads do artigo: 1261