Avaliação de um módulo de reconhecimento de fala na plataforma Arduino

Carlos Alberto Araújo de Andrade

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Gustavo Ramos Silva

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Daniella Dias Cavalcante da Silva

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

César Rocha Vasconcelos

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Resumo

O grande avanço tecnológico gerado pela globalização tornou urgente a busca por dispositivos eletrônicos que sejam viáveis, ágeis e práticos. Uma ferramenta poderosa que cinge todo esse cunho fundamental é a possibilidade de realizar a interação com tais dispositivos por meio do reconhecimento da fala. O objetivo deste trabalho foi avaliar um módulo de reconhecimento de fala compatível com a plataforma Arduino, identificando seus recursos como também suas limitações. Com o intuito de investigar um possível aumento da taxa de reconhecimento, foram realizados testes com um microfone diferente daquele que acompanha o módulo. A metodologia adotada incluiu testes de reconhecimento em um ambiente com ruído e uma análise de SNR (Signal-to-Noise Ratio) para os microfones avaliados. Os resultados obtidos mostraram que o microfone original fornece um melhor desempenho. Ao longo deste artigo são apresentados os principais conceitos relacionados ao processo de reconhecimento de fala, microfones, plataforma Arduino e funcionamento do módulo analisado.

Palavras-chave


Reconhecimento de fala; Arduino; Microfones; Sistemas embarcados


Texto completo:

Referências


BARR, M. Programming Embedded Systems in C and C++. Sebastopol, CA: O’Reilly & Associates, 1999.

FECHINE, J. M. Reconhecimento automático de identidade vocal utilizando modelagem híbrida: Paramétrica e Estatística. 2000. 212 f. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) – Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2000.

FRANCIA, G. A. Embedded Systems Programming. The Journal of Computing Sciences in Colleges, v. 17, n. 2, p. 204-210. Proceedings of the 15th Annual CCSC Southeastern Conference, 2001.

JIANG, X.; MA, M. Y.; CHEN, C. W. Mobile Multimedia Processing: Fundamentals, Methods, and Applications. 1. ed. Berlin: Springer, 2010. 287 p.

LATHI, B. P. Sinais e Sistemas Lineares. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2007.

MCROBERTS, M. Arduino Básico. São Paulo: Novatec, 2011.

OLIVEIRA, J. R. A aplicação de microfones em projeto digitais. DCA-FEEC-Unicamp, 2010.

RABINER, L.; SCHAFER, R. W. Theory and Applications of Digital Speech Processing. New Jersey: Prentice Hall, 2010. 1056 p.

SHAUGHNESSY, D. O. Interacting with computers by voice: automatic speech recognition and synthesis. Proceedings of the IEEE, v. 91, n. 9, p. 1272-1305, 2003.

SHEN, W. Voice Recognition Module V2: speak to control (Arduino Compatible) – Rev. B. Hong Kong: Elechouse, 2013.

SILVA, D. D. C. Reconhecimento de Fala Contínua para o Português Brasileiro em Sistemas Embarcados. 2011. 198 f. Tese (Doutorado em Ciências no Domínio da Engenharia Elétrica) – Centro de Engenharia Elétrica e Informática, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2011.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n29p19-28

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 2818

Total de downloads do artigo: 1732