Resolução numérica e análise do transporte simultâneo de calor e massa durante o processo de secagem da madeira de Pinus elliottii

Alisson Frank Canuto Brandão

ORCID iD Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Brasil

Viviane Santos Birchal

ORCID iD Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Brasil

Esly Ferreira da Costa Junior

ORCID iD Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Brasil

Andréa Oliveira Souza da Costa

ORCID iD Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Brasil

Resumo

O presente trabalho visa analisar a influência de parâmetros operacionais no transporte simultâneo de calor e massa durante o processo de secagem da madeira, por meio de simulação computacional. Nesse intuito, utilizou-se um modelo matemático que aborda o fenômeno como sendo intrinsecamente difusivo, sendo constituído de um sistema de equações diferenciais parciais acopladas. Sua resolução foi numericamente alcançada por meio da aplicação do método das linhas. As simulações consideraram uma placa de madeira de Pinus elliottii submetida às condições típicas de secagem em uma estufa convectiva convencional. A validação dos resultados teóricos foi realizada a partir da comparação com dados experimentais da literatura. As simulações mostram a formação de um gradiente de umidade expressivo no início do processo. Também foi observada a ocorrência da redução gradual da taxa de secagem e a significativa influência da espessura da peça na velocidade de secagem. As interferências associadas à termodifusão e ao efeito Soret mostraram-se pouco apreciáveis. A concordância das observações inferidas dos resultados teóricos com os dados experimentais sustenta que o modelo possui relativa eficiência na predição do comportamento do material quando submetido a condições operacionais específicas.

Palavras-chave


diferenças finitas; estufa convencional; madeira; secagem; simulação


Texto completo:

Referências


ANDRADE, A. Indicação de programas para secagem convencional de madeiras. 2000. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Madeiras) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000. DOI: https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-173153.

ARENDS, T.; BARAKAT, A. J.; PEL, L. Moisture transport in pine wood during one-sided heating studied by NMR. Experimental Thermal and Fluid Science, Eindhoven, v. 99, p. 259-271, 2018. DOI: https://doi.org/10.1016/j.expthermflusci.2018.08.004.

AVRAMIDIS, S.; HATZIKIRIAKOS, S. G. Convective heat and mass transfer in nonisothermal moisture desorption. Holzforsching, v. 49, n. 2, p. 163-167, 1995. DOI: https://doi.org/10.1515/hfsg.1995.49.2.163.

BELGACEM, M. N.; PIZZI, A. Lignocellulosic fibers and wood handbook: renewable material for today's environment. New Jersey: Wiley, 2016. DOI: https://doi.org/10.1002/9781118773727.

CREMASCO, M. A. Fundamentos de transferência de massa. 3. ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2015.

DEDIC, A. D.; MUJUMDAR, A. S.; VORONJEC, D. K. A three-dimensional model for heat and mass transfer in convective wood drying. Drying Technology: an international journal, v. 21, n. 1, p. 1-15, 2003. DOI: https://doi.org/10.1081/DRT-120017280.

EITELBERGER, J.; SVENSSON, S.; HOFSTETTER, K. Theory of transport processes in wood below the fiber saturation point: physical background on the microscale and its macroscopic description. Holzforschung, v. 65, n. 3, p. 337-342, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1515/HF.2011.041.

ELEOTÉRIO, J. R. Modelagem e simulação do processo de secagem de madeiras serradas de espécies tropicais brasileiras. 2009. 249 f. Tese (Doutorado em Engenharia Química) – Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/92895. Acesso em: 11 nov. 2018.

HORMAN, I.; MARTINOVIĆ, D.; HAJDAREVIĆ, S. Finite volume method for analysis of stress and strain in wood. Drvna Industrija, Hrvatska, v. 60, n. 1, p. 27-32, 2009. Disponível em: https://hrcak.srce.hr/34520. Acesso em: 5 nov. 2018.

IBA – INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORE. Relatório IBA 2019. São Paulo: IBÁ, 2019. Disponível em: https://iba.org/datafiles/publicacoes/relatorios/iba-relatorioanual2019.pdf. Acesso em: 12 fev. 2019.

IPT-SP – INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. Informações sobre madeiras: pinus-eliote. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, 2018. Disponível em: https://www.ipt.br/informacoes_madeiras3.php?madeira=7. Acesso em: 6 nov. 2018.

KADEM, S.; LACHEMET, A.; YOUNSI, R.; KOCAEFE, D. 3D-Transient modeling of heat and mass transfer during heat treatment of wood. International Communications in Heat and Mass Transfer, v. 38, p. 717-722, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.icheatmasstransfer.2011.03.026 .

KEEY, R. B; LANGRISH, T. A. G.; WALKER, J. C. F. Kiln-drying of lumber. Berlin: Springer Verlag, 2000. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-642-59653-7 .

KOCAEFE, D.; YOUNSI, R.; CHAUDRY, B.; KOCAEFE, Y. Modeling of heat and mass transfer during high temperature treatment of aspen. Wood Science and Technology, Heidelberg, v. 40, n. 5, p. 371-391, 2006. DOI: https://doi.org/10.1007/s00226-006-0069-6.

KOLLMANN, F. F. P.; CÔTÉ Jr., W. A. Principles of wood sciences and technology: I - solid wood. New York: Springer-Verlag, 1968. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-642-87928-9.

LUIKOV, A. V. Systems of differential equations of heat and mass transfer in capillary-porous bodies (review). International Journal. of Heat and Mass Transfer, v. 18, n. 1, p. 1-14, 1975. DOI: https://doi.org/10.1016/0017-9310(75)90002-2.

MARTINOVIĆ, D.; HORMAN, I.; DEMIRDŽIĆ, I. Numerical and experimental analysis of a wood drying process. Wood Science and Technology, Saravejo, v. 35, p. 143-156, 2001. DOI: https://doi.org/10.1007/s002260000083.

MELLADO, E. C. E. R. Modelo de transferência de calor e massa na secagem de madeira serrada de Pinus. 2007. 155 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007. Disponível em: http://www.floresta.ufpr.br/pos-graduacao/defesas/pdf_dr/2007/t226_0252-D.pdf. Acesso em: 25 nov. 2018.

MUJUMDAR, A. S. Handbook of Industrial Drying. 3. ed. Boca Raton: Taylor & Francis Group, CRC Press, 2006. DOI: https://doi.org/10.1201/9781420017618.

OUMAROU, N.; KOCAEFE, D.; KOCAEFE, Y. 3D-modelling of conjugate heat and mass transfers: effects of storage conditions and species on wood high temperature treatment. International Journal of Heat and Mass Transfer, Chicoutimi, v. 79, p. 945-953, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijheatmasstransfer.2014.08.086.

RICHTER, C. Wood characteristics: description, causes, impact on use and technological adaptation. New York: Springer, 2015. 226 p. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-07422-1.

SANTOS, G. R. V. Otimização da secagem da madeira de Eucalyptus grandis. 2002. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologia de Madeiras) – Escola Superior de Agricultura Luiz Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. DOI: https://doi.org/10.11606/D.11.2002.tde-01082002-163939.

SANTOS, J. C. H.; SILVA, F. J. T.; LILGE, D. S.; MACHADO, S. F.; FERREIRA, M. D. Avaliação do programa de secagem e determinação da taxa de secagem de Pinus elliottii engelm. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA MADEIRA, 2017, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia da Madeira, 2017. Disponível em: https://proceedings.science/cbctem/papers/avaliacao-do-programa-de-secagem-e-determinacao-da-taxa-de-secagem-de-pinus-elliottii-engelm. Acesso em: 5 nov. 2018.

SBS – SOCIEDADE BRASILEIRA DE SILVICULTURA. Estatísticas: setor florestal brasileiro. São Paulo: Sociedade Brasileira de Silvicultura, 2005. Disponível em: http://sbs.org.br/estatisticas.htm. Acesso em: 4 nov. 2018.

SILVA, W. P.; SILVA, L. D.; SILVA, C. M. D. S.; NASCIMENTO, P. L. Optimization and simulation of drying processes using diffusion models: application to wood drying using forced air at low temperature. Wood Science and Technology, v. 45, n. 4, p. 787-800, 2011. DOI: https://doi.org/10.1007/s00226-010-0391-x.

SIMO-TAGNE, M.; RÉMOND, R.; ROGAUME, Y.; ZOULALIAN, A.; BONOMA, B. Modeling of coupled heat and mass transfer during drying of tropical woods. International Journal of Thermal Sciences, Epinal, v. 109, p. 299-308, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijthermalsci.2016.06.012.

THOMAS, H. R.; LEWIS, R. W.; MORGAN, K. An application of the finite element method to the drying of timber. Wood and Fiber Science, v. 11, p. 237-243, 1979. Disponível em: https://wfs.swst.org/index.php/wfs/article/view/534. Acesso em: 13 nov. 2018.

ZADIN, V.; KASEMÄGI, H.; VALDNA, V.; VIGONSKI, S.; VESKE, M.; AABLOO, A. Application of multiphysics and multiscale simulations to optimize industrial wood drying kilns. Applied Mathematics and Computation, Tartu, v. 267, p. 465-475, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.amc.2015.01.104.

ZHAO, J.; FU, Z.; JIA, X.; CAI, Y. Modeling conventional drying of wood: inclusion of a moving evaporation interface. Drying Technology, Harbin, v. 34, n. 5, p. 530-538, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1080/07373937.2015.1060999.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-0306a2021id4842

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 377

Total de downloads do artigo: 195