Uso de animais na medicina popular: Diagnóstico sociocultural e etnozoológico na zona rural de Jaçanã (RN)

Robson Júnio Pereira de Lima

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Juliana dos Santos Severiano

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Brasil

Resumo

A utilização de animais ou de suas partes na obtenção e no preparo de remédios para o tratamento de doenças é abordado por um dos ramos da etnozoologia, a zooterapia. Os estudos em zooterapia não apenas visam à descoberta de novos medicamentos, mas também constituem um campo de pesquisa amplo que envolve aspectos de ecologia, antropologia e sociologia, sendo particularmente importante para as indústrias farmacológicas e na elaboração de estratégias de manejo e conservação da fauna. O presente estudo teve como finalidade inventariar as espécies de animais utilizadas com fins medicinais na zona rural do município de Jaçanã (RN). As informações foram obtidas através de formulários semiestruturados, aplicados a 54 moradores, complementados por entrevistas livres e conversas informais. Foram indicadas 17 espécies de animais de uso zooterapêutico para tratar 35 enfermidades. Os maiores valores de uso encontrados foram da galinha (Gallus gallus) e do teju (Salvator merianae). Foram registradas 8 matérias-primas de origem animal, sendo a gordura (n = 72) a parte mais utilizada. Nenhuma das espécies registradas está ameaçada de extinção, porém a sobre-exploração desses animais pode levar ao declínio populacional das espécies (de Salvator merianae) e ao desequilíbrio ecológico. A utilização de animais medicinais na área pesquisada é motivada principalmente pela crença na eficiência dos zooterápicos.

Palavras-chave


Caatinga; Conservação da fauna; Etnozoologia; Zooterapia


Texto completo:

Referências


ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; ALENCAR, N. L. Métodos e técnicas para coleta de dados etnobiológicos. In: ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; CUNHA, L. V. F. C. Métodos e técnicas na pesquisa etnobiológica e etnoecológica. Recife: NUPEEA, 2010. p. 41-64.

ALBUQUERQUE, U. P.; NUNES, A. T.; ALMEIDA, A. L. S.; ALMEIDA, C. M. A. D.; LINS NETO, E. M. F.; VIEIRA, F. J.; SILVA, F. S.; SOLDATI, G. T.; NASCIMENTO, L. G. S.; SANTOS, L. L.; RAMOS, M. A.; CRUZ, M. P.; ALENCAR, N. L.; MEDEIROS, P. M.; ARAÚJO, T. A. S.; NASCIMENTO, V. T. Caatinga Biodiversidade e Qualidade de Vida. Bauru, SP: Canal6, 2010.

ALMEIDA, A. V. A zooterapia adotada pelos médicos Simão P. Morão e João F. da Rosa em Pernambuco no final do século XVII. In: COSTA-NETO, E. M.; ALVES, R. R. N. (org.) Zooterapia: os animais na medicina popular brasileira. Recife: NUPEEA, 2010. p. 55-74.

ALVES, R. R. N.; DIAS, T. L. P. Usos de invertebrados na medicina popular no Brasil e suas implicações para conservação. Tropical Conservation Science, v. 3, n. 2, p. 159-174, 2010.

ALVES, R. R. N.; LÉO NETO, N. A.; BROOKS, S. E.; ALBUQUERQUE, U. P. Commercialization of animal-derived remedies as complementary medicine in the semi-arid region of Northeastern Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v. 124, n. 3, p. 600-608, 2009.

ALVES, R. R. N.; LIMA, H. N.; TAVARES, M. C.; SOUTO, W. M. S.; BARBOZA, R. R. D.; VASCONCELLOS, A. Animal-based remedies as complementary medicines in Santa Cruz do Capibaribe, Brazil. BMC Complementary and Alternative Medicine, v. 8, n. 44, p. 1-9, 2008.

ALVES, R. R. N.; PEREIRA FILHO, G. A.; VIEIRA, K. S.; SOUTO, W. M. S.; MENDONÇA, L. E. T.; MONTENEGRO, P. F. G. P.; ALMEIDA, W. O.; VIEIRA, W. L. S. A zoological catalogue of hunted reptiles in the semiarid region of Brazil. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 8, n. 27, p. 1-29 2012a.

ALVES, R. R. N.; ROSA, I. L. Why study the use of animal products in traditional medicines? Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 1, n. 5, p. 1-5, 2005.

ALVES, R. R. N.; ROSA, I. M. L. Biodiversity, traditional medicine and public health: where do they meet? Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 3, n. 14, p. 1-9, 2007a.

ALVES, R. R. N.; ROSA, I. M. L. From cnidarians to mammals: the use of animals as remedies in fishing communities in NE Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v. 107, n. 2, p. 259-276, 2006.

ALVES, R. R. N.; ROSA, I. L. Zootherapy goes to town: the use of animal-based remedies in urban areas of NE and N Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v. 113, n. 3, p. 541-555, 2007b.

ALVES, R. R. N.; ROSA, I. M. L.; SANTANA, G. G. The role of animal-derived remedies as complementary medicine in Brazil. BioScience, v. 57, n. 11, p. 949-955, 2007.

ALVES, R. R. N.; VIEIRA, W. L. S.; SANTANA, G. G.; VIEIRA, K. S.; MONTENEGRO, P. F. G. P. Herpetofauna used in traditional folk medicine: conservation implications. In: ALVES, R. R. N.; ROSA, I. L. Animals in Traditional Folk Medicine. Berlin; Heidelberg: Springer-Verlag, 2013. p. 109-133.

ALVES, R. R. N.; VIEIRA, K. S.; SANTANA, G. G.; VIEIRA, W. L. S.; ALMEIDA, W. O.; SOUTO, W. M. S.; MONTENEGRO, P. F. G. P.; PEZZUTI, J. C. B. A review on human attitudes towards reptiles in Brazil. Environmental Monitoring and Assessment, v. 184, n. 11, p. 6877-6901, 2012b.

ARAÚJO, E. L.; CASTRO, C. C.; ALBUQUERQUE, U. P. Dynamics of Brazilian Caatinga – a Review Concerning the Plants, Environment and People. Functional Ecosystems and Communities, v. 1, n. 1, p. 15-28, 2007.

BARBOSA, J. A. A.; ALVES, R. R. N. Um chá de que? – Animais utilizados no preparo tradicional de bebidas medicinais no agreste paraibano. Biofar, v. 4, n. 2. p. 1-12, 2010.

BARBOSA, E. D. O.; MARIANO, E. F.; CHAVES, M. F. Aspectos etnozoológicos da avifauna do município de Jaçanã, Rio Grande do Norte e possíveis fatores de ameaça na região. Revista Nordestina de Zoologia, Recife, v. 8, n. 1, p. 89-110, 2014.

BARBOSA, E. D. O.; SILVA, M. G. B.; MEDEIROS, R. O.; CHAVES, M. F. Atividades cinegéticas direcionadas à avifauna em áreas rurais do Município de Jaçanã, Rio Grande do Norte, Brasil. Biotemas, v. 27, n. 3, p. 175-190, 2014.

BOSCH, T. C. G.; AUGUSTIN, R.; ANTON-ERXLEBEN, F.; FRAUNE, S.; HEMMRICH, G.; ZILL, H.; ROSENSTIEL, P.; JACOBS, G.; SCHREIBER, S.; LEIPPE, M.; STANISAK, M.; GRÖTZINGER, J.; JUNG, S.; PODSCHUN, R.; BARTELS, J.; HARDER, J.; SCHRÖDER, J. M. Uncovering the evolutionary history of innate immunity: the simple metazoan Hydra uses epithelial cells for host defence. Developmental & Comparative Immunology, v. 33, n. 4, p. 559-569, 2009.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Instrução Normativa nº 3, de 27 de maio de 2003. Lista das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 140, n. 101, p. 88-97, 28 maio 2014.

BRASIL. Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [1998]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9605.htm. Acesso em: 5 fev. 2015.

COELHO, J. P. G.; QUIRINO, A. M. S.; VIANA, L. C. A.; SANTOS, R. P.; ALMEIDA, C. G. O uso de zooterápicos em uma comunidade na Caatinga pernambucana. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 12, n. 3, p. 202-209, 2017.

COSTA-NETO, E. M. A zooterapia popular no estado da Bahia: registro de novas espécies animais utilizadas como recursos medicinais. Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, Supl. 1, p. 1639-1650, 2011.

COSTA-NETO, E. M.; ALVES, R. R. N. Estado da arte da zooterapia popular no Brasil. In: COSTA-NETO, E. M.; ALVES, R. R. N. (org.). Zooterapia: os animais na medicina popular brasileira. Recife: NUPEEA, v. 2, n. 1, 2010.

COUTINHO, H. D.; VASCONCELLOS, A.; FREIRE-PESSÔA, H. L.; GADELHA, C. A.; GADELHA, T. S.; ALMEIDA-FILHO, G. G. Natural products from the termite Nasutitermes corniger lowers aminoglycoside minimum inhibitory concentrations. Pharmacognosy Magazine, v. 6, n. 21, p. 1-4, 2010.

CPRM – SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL. Projeto cadastro de fontes de abastecimento por água subterrânea. Diagnóstico do município de Jaçanã, estado do Rio Grande do Norte. Recife: CPRM/PRODEEM, 2005.

FERREIRA, F. S.; ALBUQUERQUE, U. P.; COUTINHO, H. D. M.; ALMEIDA, W. O.; ALVES, R. R. N. The trade in medicinal animals in northeastern Brazil. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, v. 2012, p. 1-20, 2012.

FERREIRA, F. S.; BRITO, S. V.; FERNANDES-FERREIRA, H.; ALVES, R. R. N. Prospecção biológica, recursos zooterápicos e sustentabilidade. In: COSTA NETO, E. M.; ALVES, R. R. N. Zooterapia: os animais na medicina popular brasileira. Recife: NUPEEA, 2010a. p. 141-157.

FERREIRA, F. S.; BRITO, S. V.; SARAIVA, R. A.; ARARUNA, M. K. A.; MENEZES, I. R. A.; COSTA, J. G. M.; COUTINHO, H. D. M.; ALMEIDA, W. O.; ALVES, R. R. N. Topical anti-inflammatory activity of body fat from the lizard Tupinambis merianae. Journal of Ethnopharmacology, v. 130, n. 3, p. 514-520, 2010b.

IBGE – INTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades e Estados. 2017. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/rn/jacana.html . Acesso em: 22 jan. 2018.

IUCN – INTERNATIONAL UNION FOR CONSERVATION OF NATURE AND NATURAL RESOURCES. The IUCN Red List of Threatened Species. Version 2013.2. 2013. Disponível em: http://www.iucnredlist.org. Acesso em: 12 mar. 2018.

LEAL, I. R.; SILVA, J. M. C.; TABARELLI, M.; LACHER JR., T. E. Changing the course of biodiversity conservation in the Caatinga of northeastern Brazil. Conservation Biology, v. 19, n. 3, p. 701-706, 2005.

LEV, E. Traditional healing with animals (zootherapy): medieval to present-day Levantine practice. Journal of Ethnopharmacology, v. 85, n. 1, p. 107-118, 2003.

LIMA, R. J. P. Atividades de caça no semiárido potiguar, nordeste do Brasil, sob a perspectiva de estudantes do ensino médio. 2015. 77 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) – Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2015.

MARIO, O. Jaçanã, meio século de história. 2. ed. rev. e atual. Natal: Offset, 2016.

MARQUES, J. G. W. A fauna medicinal dos índios Kuna de San Blas (Panamá) e a hipótese da universalidade zooterápica. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 46., 1994, Vitória. Anais [...]. Vitória: conforme http://portal.sbpcnet.org.br/eventos/46ra/, p. 304. 1994.

MORAIS, K. B.; VIEIRA, C. O.; HIRATA, I. Y.; TANAKA-AZEVEDO, A. M. Bothrops jararaca antithrombin: isolation, characterization and comparison with other animal antithrombins. Comparative Biochemistry and Physiology Part B: Biochemistry and Molecular Biology, v. 152, n. 2, p. 171-176, 2009.

MOURA, F. B. P.; MARQUES, J. G. W. Zooterapia popular na Chapada Diamantina: uma medicina incidental? Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 13, Supl. 2, p. 2179-2188, 2008.

OLIVEIRA, H. F. A.; COSTA, C. F.; SASSI, R. Relatos de acidentes por animais peçonhentos e medicina popular em agricultores de Cuité, região do Curimataú, Paraíba, Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 633-643, 2013.

OMS – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde –CID-10. 8. ed. São Paulo: Edusp, 2008. v. 2.

PHILLIPS, O.; GENTRY, A. H.; REYNEL, C.; WILKIN, P.; GALVEZ DURAND, B. Quantitative Ethnobotany and Amazonian Conservation. Conservation Biology, v. 8, n. 1, p. 225-248, 1994.

RIBEIRO, G. C.; PEREIRA, J. P. R.; DOCIO, L.; ALARCON, D. T.; SCHIAVETTI, A. Zooterápicos utilizados no sul da Bahia. In: COSTA NETO, E. M. C.; ALVES, R. R. N (org.). Zooterapia: os animais na medicina popular brasileira. Recife: NUPEEA, 2010. p. 221-241.

ROCHFORT, S.; PARKER, A. J.; DUNSHEA, F. R. Plant bioactives for ruminant health and productivity. Phytochemistry, v. 69, n. 2, p. 299-322, 2008.

SANTOS, C. A. B. Reflexões sobre o uso da fauna silvestre como recurso medicinal pelos povos indígenas no semiárido nordestino. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar, v. 3, n. 8, p. 228-236, 2017.

SILVA, M. L. V.; ALVES, A. G. C.; ALMEIDA, A. V. A zooterapia no Recife (Pernambuco): uma articulação entre as práticas e a história. Revista Biotemas, v. 17, n. 1, p. 95-116, 2004.

SILVA, N. L. G.; FERREIRA, F. S.; COUTINHO, H. D. M.; ALVES, R. R. N. Zooterápicos utilizados em comunidades rurais do município de Sumé, semiárido da Paraíba, nordeste do Brasil. In: COSTA-NETO, E. M. C.; ALVES, R. R. N. (org.) Zooterapia: os animais na medicina popular brasileira. Recife: NUPEEA, 2010. v. 2, n. 1.

SOUTO, W. M. S.; BARBOZA, R. R. D.; ROCHA, M. S. P.; ALVES, R. R. N.; MOURÃO, J. S. Animal-based medicines used in ethnoveterinary practices in the semi-arid region of Northeastern Brazil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, v. 84, n. 3, p. 669-678, 2012.

SOUTO, W. M. S.; VIEIRA, W. L. S.; MONTENEGRO, P. F. G.; ALVES, H. N.; ALVES, R. R. N. A brief review of the medical use of fauna in Brazil: conservationist, historical, and pharmacological aspects. SITIENTIBUS série Ciências Biológicas, Feira de Santana, v. 11, n. 2, p. 201-210, 2011.

SOUZA, E.; WERNECK, F. P.; MATOS L. B.; FRAGA, R. Zootherapy in the Amazon: green anaconda (Eunectes murinus) fat as a natural medicine to treat wounds. Acta Amazonica, v. 47, n. 4, p. 341-348, 2017.

TABUTI, J. R. S.; DHILLION, S. S.; LYE, K. A. Traditional medicine in Bulamogi county, Uganda: its practitioners, users and viability. Journal of Ethnopharmacology, v. 85, p. 109-129, 2003.

TORRES, D. D. F.; OLIVEIRA, E. S.; ALVES, R. R. D. N.; VASCONCELLOS, A. Etnobotânica e etnozoologia em unidades de conservação: uso da biodiversidade na APA de Genipabu, Rio Grande do Norte, Brasil. Interciencia, Caracas, v. 34, n. 9, p. 623-629, 2009

TROTTER, R.; LOGAN, M. Informant consensus: a new approach for identifying potentially effective medicinal plants. In: ETKIN, N. L. Indigenous medicine and diet: biobehavioural approaches. New York: Redgrave, 1986. p. 92-112.

WHO – WORLD HEALTH ORGANIZATION GENEVA. WHO Traditional Medicine Strategy 2002–2005. Geneva: World Health Organization, 2002.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/1517-03062015v1n45p158-170

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 1735

Total de downloads do artigo: 1027