AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DO LEITE DE CABRA EM UMA PROPRIEDADE NO MUNICIPIO DE MONTEIRO-PB.

João Victor Inácio dos Santos

Universidade Federal de Campina Grande Brasil

Agenor Correia de Lima Junior

Universidade Federal de Campina Grande Brasil

Universidade Federal de Campina Grande

Marthynna Diniz Arruda

Universidade Federal de Campina Grande Brasil

Universidade Federal de Campina Grande

José Lucas Jacome de Moura

Universidade Federal de Campina Grande Brasil

Universidade Federal de Campina Grande

Tiago Gonçalves Pereira de Araújo

Universidade Federal de Campina Grande Brasil

Universidade Federal de Campina Grande

Resumo

INTRODUÇÃO: O estado da paraíba é o maior produtor de leite de cabra no Brasil, chegando a produzir mais de 5,6 milhões de litros de leite gerando uma receita de R$7,6 milhões. O município de Monteiro tem um rebanho de 27.060 cabeças tornando esse o maior rebanho de caprinos do estado da Paraíba e ocupando o segundo lugar quando se trata de comercialização do leite sendo de extrema importância estudos voltados para a produção e qualidade dessa matéria prima afim de agregar valor através do potencial nutricional e rendimento industrial, pois sabemos que para produzir leite com elevada qualidade é necessário um manejo adequado dos rebanhos. OBJETIVOS: O objetivo desse trabalho foi avaliar a produção e qualidade do leite de cabra em uma propriedade no município de Monteiro-PB. METODOLOGIA: O trabalho foi realizado na Fazenda Padre Cicero, uma propriedade rural localizada no município de Monteiro-PB com início em setembro de 2018 e termino em junho de 2019. O lote era composto por seis matrizes três mestiças de Saanen e três mestiças de Toggenburg, os animais eram criados em um sistema semi-intensivo recebendo concentrado a base de farelo de milho, farelo de trigo, farelo de soja e torta de algodão, já como volumoso eram fornecidos palma orelha de elefante e capim elefante. Foi feito a pesagem do leite quinzenalmente e tabulado em planilhas do software (Microsoft Excel®), a coleta das amostras de 200ml para análise eram acondicionadas em garrafas plásticas, devidamente esterilizadas e identificadas pelo número de cada animal, durante a ordenha sempre seguia os padrões de ordenha higiênica fazendo pré e pós dipping, além de teste da caneca telada. Após a coleta as amostras foram direcionadas para o Laboratório de Tecnologia de Alimentos – LTA no Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA), onde foram realizadas todas as análises físico-químicas e contagem de células somáticas. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Seguindo a lei vigente de leite no Brasil é possível observar que os parâmetros analisados estão de acordo com a normas permitidas, o que torna o leite produzido na propriedade estudada de qualidade. Foi possível observar também a curva de lactação demostrou claramente os picos de produção o período em que as cabras iniciam a secagem, facilitando dessa forma o manejo dos animais. CONCLUSÃO: Através desse trabalho é possível afirmar que uma produção planejada é de extrema importância para produtores que desejam produzir durante o ano inteiro, sem esquecer da qualidade do leite que gera um valor a mais para alguns laticínios.

Texto completo:

DOI: http://dx.doi.org/10.35512/ras.v3i4.3664

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 110

Total de downloads do artigo: 141