Foco e Escopo

1. Objetivos do Periódico:

A Revista Brasileira de Saúde e Segurança no Trabalho - REBRAST, pertencente ao Instituto Federal da Paraíba - IFPB, Campus Patos, tem como objetivo ser um meio de divulgação e disseminação do conhecimento, através trabalhos científicos inéditos e originais, ampliando e promovendo o debate, tendo como temas as grandes áreas de Saúde e Segurança no Trabalho (SST), que tenham relevância técnico/científica. Além de artigos, destina-se também à submissão de contribuições nas modalidades de estudos de caso, revisão, comunicação, resenha e carta sendo direcionada à comunidade científica: professores, pesquisadores, estudantes e profissionais que atuem na área de SST.

 

2. Área de concentração:

Área de Avaliação: Engenharias III - Engenharia de Produção (Higiene e Segurança no Trabalho, Ergonomia);

Área de Avaliação: Saúde Coletiva - Saúde Coletiva (Saúde Pública)

 

3. Público-alvo:

A REBRAST é uma publicação científica dirigida a professores, pesquisadores, estudantes e profissionais que atuam e realizam estudos nas áreas de Saúde e Segurança no Trabalho e correlatas (administração, psicologia, direito, meio ambiente e educação).

 

4. Formas de apresentação dos trabalhos:

Artigo científico: é o relato completo de um trabalho experimental, empírico ou conceitual. Baseia-se na premissa de que os resultados são posteriores ao planejamento da pesquisa.

Estudo de caso: contempla principalmente trabalhos em que o resultado é anterior ao interesse de sua divulgação ou a ocorrência dos resultados não é planejada. Deve indicar uma experiência inovadora, com impactos importantes e que mostre possibilidade de reprodutibilidade.

Revisão: avaliação crítica sistematizada da literatura sobre determinado assunto, com especificação dos critérios de busca na literatura e o universo pesquisado, bem como a lacuna do conhecimento atual;

Comunicação:  é o relato sucinto de resultados parciais de pesquisas, dignos de publicação, embora insuficientes ou inconsistentes para constituírem um artigo científico;

Resenha: análise crítica sobre livro publicado nos últimos dois anos;

Carta: texto que visa a discutir artigo recente publicado na revista.

5. Normas a serem utilizadas nos artigos:

A REBRAST adota as Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas vigentes referentes a Artigo, Referências, Resumos e Citações.

 

6. Regras de submissões dos textos:

A REBRAST, como qualquer periódico científico, não tolera qualquer forma de plágio (total, parcial ou conceitual). No caso de identificação de plágio, os autores do trabalho serão informados e o Conselho Editorial se reunirá para deliberar sobre as providências cabíveis.

 

O conteúdo e as opiniões apresentadas nos trabalhos publicados não são de responsabilidade desta revista e não representam necessariamente as opiniões da REBRAST, sendo o(s) autor(es) do artigo responsável(is) pelo conteúdo científico do mesmo.

São permitidos NO MÁXIMO 4 (QUATRO) CO-AUTORES. Para um maior número de Co-autores, será preciso encaminhar ao editor-chefe uma justificativa. Deverá ser enviada a REBRAST a concordância dos co-autores com a submissão.

 

O manuscrito deve ter de três a cinco descritores, assim como sua versão em inglês (descriptors).

 

O autor deve enviar junto ao trabalho científico o documento “DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE E DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS” assinado por todos os autores.

 

Pesquisas envolvendo seres humanos e seres humanos devem vir acompanhadas do parecer do CEP (Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos e Comissão de Ética no Uso de Animais), sendo cadastrada na PLATAFORMA BRASIL ou equivalente (no caso de pesquisa em animais).


Processo de Avaliação pelos Pares

Apreciação dos trabalhos submetidos

O Conselho Editorial indicará dois avaliadores para cada trabalho e seus eventuais substitutos, observando a pertinência temática de cada trabalho. Indicado os avaliadores dos artigos ao Conselho Científico, o Editor-Chefe enviará os trabalhos aos respectivos avaliadores.

Na excepcionalidade de um avaliador e todos os seus substitutos declinarem do convite para a avaliação de determinado trabalho, poderá o Editor-Chefe enviar o respectivo trabalho a outro avaliador, respeitada a pertinência à temática do trabalho.

 Os pareceres deverão avaliar a organização do trabalho, sua pertinência temática, conteúdo e redação, atribuindo a cada trabalho uma nota em escala de 0 a 100. A nota final do artigo será a média aritmética das avaliações. 

Os trabalhos serão classificados de acordo com a seguinte escala: Aprovado sem modificações (100); Aprovado com modificações (60-99); Não aprovado (<60).

No caso de artigos cuja uma das notas for inferior a 60, este será remetido a um terceiro avaliador. O resultado final será obtido pela média aritmética dos três avaliadores.

O tempo para finalização do processo é de seis meses.

Critérios de avaliação do trabalho

Os trabalhos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios:

  • Apresentação do artigo: clareza e coerência na escrita, uo da norma padrão da língua, referências atuais e de cunho científico, uso adequado de ilustrações, quadros e tabelas e estrutura do texto clara e adequada a um trabalho científico;
  • Contribuição da pesquisa: originalidade (Inédito, Inovador), objetivo do trabalho está claro e bem definido, mérito (Qualidade e/ou impacto da pesquisa, metodologia clara e consistentes, fundamentação teórica, resultados, discussão, conclusão coerente, clara e objetiva;
  • Aspectos gerais: tema é atual, relevante e oportuno, título apropriado, resumo adequado, abstract está adequado, palavras-chave adequadas, introdução adequada, síntese conclusiva e aponta para trabalhos futuros.

Periodicidade

Periodicidade da REBRAST:

Semestral.

Número mínimo de publicações por fascículo:

A REBRAST publicará, anualmente, um Volume com dois Números, sendo o Número 1 para o primeiro semestre e o Número 2 para o segundo semestre. Cada número contém um mínimo de 10 trabalhos e um máximo de 15.

Idiomas:

Português

 


Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.