A singularidade da culinária do Sertão da Paraíba: um relato histórico gastronômico de São Bento/PB

Silvia Neres Vieira dos Santos Andrade

Júlio Cesar Bezerra Vilar Silva

Áquila Matheus Souza Oliveira

Resumo

O sertão é a maior em extensão territorial, das quatro sub-regiões do Nordeste brasileiro, uma localidade marcada pela seca onde no passado já foi caracterizada como uma região de sofrimento para os habitantes que ali viviam devido à escassez de água e comida, mas foram justamente essas e tantas outras adversidades que formou um povo cheio de caraterísticas marcantes e únicas, onde essas aparecem ao longo de sua história, demonstradas diariamente em sua cultura. A presente pesquisa pretende trazer um relato histórico sobre a região do Sertão, especificamente do estado da Paraíba tomando por base um estudo de caso sobre a cidade de São bento, observando os fatos históricos, demonstrando o quanto a culinária local está diretamente atrelada a suas culturas e crenças, onde o comer não é um simples comer, mas a continuidade de tradições passadas ao longo das gerações de pais para filhos, que são vividas diariamente, anos a pós ano pelo pelos habitantes locais. Onde é notório que sua gastronomia demonstra sua força, singularidade e determinação, ao mesmo tempo que traz consigo aconchego e hospitalidade da cozinha afetiva.

Palavras-chave


Historia, culinária, sertão, São Bento, gastronomia


Texto completo:

DOI: http://dx.doi.org/10.18265/2318-23692021v0n1p30-32

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 378

Total de downloads do artigo: 273