GESTÃO DE PESSOAS E DE PROJETOS: CAMINHOS E AGENDA DE PESQUISA

Josivan Aquino de Matos

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD Brasil

Graduado em Engenharia de Produção e Administração.

Mestrando em Administração Pública - PROFIAP UFGD

Renato Fabiano Cintra

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD Brasil

Doutor em Administração

Professor Permanente e Voluntário no Programa de Mestrado Profissional em Administração Pública (PROFIAP) da UFGD

Resumo

A pesquisa foi uma revisão sistemática de literatura e para tanto foram selecionados trabalhos publicados entre 2011 e 2020, de acesso livre e em português e inglês. Às buscas, foram aplicados os descritores “gestão de pessoas” e “gestão de projetos”, associados ao operador booleano AND, presentes no título e no resumo. Foram excluídos trabalhos que não estavam no recorte temporal, que não estivessem na íntegra e que não abordassem a temática. Foram encontrados 75 estudos na Scopus, 22 na Web of Science, 16 no Google Acadêmico e 0 na Scielo. A amostra final foi de 44 estudos. Os resultados demonstram que há poucos estudos correlacionando a gestão de pessoas com de projetos, o que oportuniza a aproximação. Adotam perspectiva com análise racional e não humanística, replicando preceitos obsoletos de gestão (fase anterior da gestão de pessoas) e que os aspectos humanos e clima organizacional exercem influência na gestão de projetos. O estudo contribui em demonstrar como a gestão de pessoas influencia o sucesso na gestão de projetos e aponta estratégias de desenvolvimento das equipes para o sucesso dos projetos, bem como abre oportunidades de novas pesquisas

Texto completo:

Referências


AGUIAR, W. S.; FIRMINO, P.; FROTA, O.; MOTA, H. (2016). Gestão de pessoas em projetos de implantação de sistemas ERP: Estudo de caso no estado do Ceará. XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III Inovarse – Responsabilidade Social Aplicada, p. 1-24.

AHMAD, N. (2015) Utilizing Intelligent Resource Management System (IRMS) dashboard to automate business reporting task. In: 5th International Conference on Computing and Informatics (ICOCI) 2015, 11-13 August 2015, Istanbul, Turkey, p. 334-339.

AHMED, S. (2019). E-waste management awareness program in Solomon Island: A project risk management framework. International Journal of Information Technology Project Management, 10(2), p. 41-59.

AIDAR, T. M. (2012). Comprometimento organizacional e estratégia de gestão de pessoas dos diferentes vínculos empregatícios em projetos de TI. Dissertação. Mestrado em Administração. Universidade Nove de Julho. São Paulo, 2012.

AKOBENG, A. K. (2005). Understanding systematic reviews and meta-analysis. Archives of Disease in Childhood, 90, p. 845-848. http://dx.doi:10.1136/adc.2004.058230.

ALLISON, S. A.; GREEN, M. (2013). Stretch assignments to develop first-time supervisors. Experience-Driven Leader Development: Models, Tools, Best Practices, and Advice for On-the-Job Development, p. 113-118.

ALMEIDA, F.; SIMÕES, J. (2021). Leadership challenges in agile environments. International Journal of Information Technology Project Management, 12(2), p. 30-44.

ANDÚJAR-MONTOYA, M. D.; GARCÍA-GONZÁLEZ, E.; LÓPEZ-PERAL, M. A. (2017). Adaptation of the Lean Culture to Collaborative Work. In: ICERI 2017 Proceedings, 9009-9015. p. 9009-9015.

ANG, K.; SANKARAN, S.; KILLEN, C. (2016). Value for whom, by whom: investigating value constructs in nonprofit project portfolios. Project Management Research and Practice, 3, p. 1-21.

ANTHONY Jr., B., Pa, N. C.; NOR, R. N. H.; JUSOH, Y. Y.; ARIS, T. N. M. (2018). Implementation of risk mitigation among IT governance practitioners in Malaysia. Advanced Science Letters, 24(2), p. 1344-1347.

BAG, S.; YADAV, G.; DHAMIJA, P.; KATARIA, K. K. (2021). Key resources for industry 4.0 adoption and its effect on sustainable production and circular economy: An empirical study. Journal of Cleaner Production, 281, 125233, p. 1-12.

BARBOSA NETO, P. F.; VERALDO, L. G.; PIRTOUSCHEG, A. L. O.; DA SILVA, H. F.; SILVA, A.L. (2018). Continuous improvement applied to homemade beer brewing in the industrial engineering teaching. International Symposium on Project Approaches in Engineering Education, p. 499-507.

BODEN, A.; NETT, B.; WULF, V. (2009). Operational and strategic learning in global software development. IEEE Software, 27(6), p. 58-65.

CASTILLO, C.; GALÁN, Á.; GONZÁLEZ, J; RODRÍGUEZ, L. (2018). Introducing project management processes and skills on a PBL subject. EUCEET - 4th International Conference on Civil Engineering Education: Challenges for the Third Millennium, p. 181-185.

COSTA, S. D. (2012). Apoio à decisão na gestão de pessoas em projetos de software: uma abordagem utilizando simulação com dinâmica de sistemas. Dissertação (Mestrado em Metodologias e técnicas da Computação; Sistemas de Computação) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.

COSTA, S. D.; BRAGA, J. L.; ABRANTES, L. A.; AMBRÓSIO, B. G. (2013). Apoio à tomada de decisão na gestão de pessoas em projetos de software com base em modelos de simulação. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, 12(1), p. 1-27.

DE ALCÂNTARA; P. T. R., CANEDO; E. D.; DA COSTA, R. P. (2018). People management in software agile development. In Proceedings of the XIV Brazilian Symposium on Information Systems, p. 1-10.

EBAD, S. A. (2020). Healthcare software design and implementation: A project failure case. Software: Practice and Experience, 50(7), p. 1258-1276.

FERNANDO, P. H. L.; DE MORAES, D. B.; TURRIONE, J. B. (2017). Gestão de pessoas: Como estruturar as atividades para a realização do gerenciamento e coordenação de projetos no setor automobilístico. Posgere, 1(4), p. 112-130.

FERREIRA, M. S.; MARTINS, L. A.; AFONSO JR., P.; COSTA, H. (2019). Measuring developer work to support the software project manager: An exploratory study. In Proceedings of the XVIII Brazilian Symposium on Software Quality, p. 79-88.

FISHER, E. (2011). What practitioners consider to be the skills and behaviours of an effective people project manager. International Journal of Project Management, 29(8), p. 994-1002.

FLETCHER, S. M.; GUNNING, J. G.; COATES, R. (2014). Soft skills of senior contracts managers in Northern Ireland. Proceedings of Institution of Civil Engineers: Management, Procurement and Law, 167(1), p. 35-45.

FRANCIS, H.; BAUM, T. (2018). HR transformation within the hotel industry: Building capacity for change. Worldwide Hospitality and Tourism Themes, 10(1), p. 86-100.

HOFFMANN, G.; DA FONSECA, L. L. (2018). O uso de jogos empresariais como método de engajamento em gestão de pessoas em projetos nas organizações de estruturas matriciais. International Contemporary Management Review, 1(2), p. 1-16.

KOLLER, S. H.; HOHENDORFF, J. V.; COUTO, M. C. P. (2014). Manual de produção científica. Porto Alegre: Penso.

LIANG, Q.; LEUNG, M. Y.; COOPER, C. L. (2018). Focus group study to explore critical factors for managing stress of construction workers. Journal of Construction Engineering and Management, 144(5), 04018023, p. 1-13.

LIVESEY, P. V. (2017). Goleman-boyatzis model of emotional intelligence for dealing with problems in project management. Construction Economics and Building 17(1), p. 20-45.

LYU, W.; LIU, J. (2021). Soft skills, hard skills: What matters most? Evidence from job postings. Applied Energy, 300, 117307, p. 1-12.

MANCINI, M.; PRADO, E. P. V.; BRUM, R. P. (2017). Cultura de gerenciamento de projetos: Percepção dos profissionais de sistemas de informação. Revista de Gestão e Projetos, 8(2), p. 20-35.

MARQUES, B. D.; AGUIAR, V. D. S. M. (2019). Gestão de pessoas em projetos no Walt Disney World. In XV Jornada de Iniciação Científica e IX Mostra de Iniciação Tecnológica, p. 43-54.

MARTIN, F.; CHEN, Y.; OYARZUN, B.; LEE, M. (2021). Learning and development roles and competency domains in higher education: A content analysis of job announcements. Journal of Computing in Higher Education, 33, 1-24.

MARZAGÃO, D. S. L.; CARVALHO, M. M. (2016). A influência das competências comportamentais dos líderes de projetos no desempenho de projetos Seis Sigma. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 18(62), p. 609-632.

MUNIZ, A. S.; RELL, M. L.; FERREIRA, C. E. S. (2019). Gestão de pessoas em projetos: A importância da competência interpessoal. Brazilian Journal of Development, 5(8), p. 11821-11834.

NIÑO, M.; BLANCO, J. M.; JAIME, A.; USANDIZAGA, I. (2015). Collaborative learning, lessons learned sharing and knowledge management using a blog: A case study in university education with Project Management students. In 9th International Technology, Education and Development, p. 3277-3285.

OLIVEIRA, E. A. N. D. (2012). Gestão de pessoas em projetos: O papel do líder no sucesso do projeto. Especialização em Gestão de Projetos. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2012.

OLIVEIRA, R. R.; CRUZ, J. E.; OLIVEIRA, R. R. (2018a). Fatores críticos de sucesso na gestão de projetos: Análise dos indicadores que constituem os predecessores da estratégia, pessoas e operações. Revista de Gestão e Projetos, 9(3), p. 49-66.

OLIVEIRA, R. R.; MARTINS, H. C.; OLIVEIRA, R. R.; DIAS, A. T.; GONÇALVES, C. A. (2018b). Desempenho do escritório de gerenciamento de projetos: Um estudo comparativo entre as organizações nacionais e internacionais. Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Rio de Janeiro: ANPAD, p. 1-17.

PAULA, N.; ARDITI, D.; MELHADO, S. (2017). Managing sustainability efforts in building design, construction, consulting, and facility management firms. Engineering, Construction and Architectural Management, 24(6), p. 1040-1050.

PINTON, M.; TORRES, A. S. (2020). Human aspects of agile transition in traditional organizations. Journal of Technology Management and Innovation 15(3), p. 62-73.

PMI – PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE (2017). Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos: Guia PMBOK. 6.ed., PMI.

REIS, D. (2013). Gestão de pessoas em projetos logísticos: tangibilizando o intangível. Especialização em Gestão de Projetos. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2013.

RIBEIRO, J. A. D. S. (2015). Avaliação do nível de maturidade em gestão de projetos da Secretaria de Gestão de Pessoas do Supremo Tribunal Federal. Artigo de conclusão de curso. Pós-Graduação Lato Sensu em Gerência de Projeto. Universidade Católica de Brasília (UCB). Brasília, 2015.

ROSSI, T.; DE SOUZA PINTO, M. D.; RIPOLL, L.; GUIMARÃES, F.; DE BEM, R. M. (2017). People, culture, and organizational structure: Application of the framework Gc@Bu Library University of Universidade Federal de Santa Catarina. Informação e Sociedade, 27(1), p. 69-79.

SÁ, C. D. (2013). Gestão de pessoas no ambiente de projetos: Enfoque no treinamento e desenvolvimento de pessoas na organização. Especialização em Gestão de Projetos. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2013.

SHAW, D. (2017). Managing people and learning in organisational change projects. Journal of Organizational Change Management 30(6), p. 923-935.

SILVA, L. F.; OLIVEIRA, P. S. G.; SANTOS, A. C. L.; FREITAS, M. G. L.; SILVA, S. L. G. (2019). Pesquisas sobre gestão de pessoas em gestão de projetos: Análise de revistas acadêmicas brasileiras no período de 2005-2017. Caderno de Administração, 27(1), p. 43-61.

SOARES, E. R.; ZAIDAN, F.H. (2016). Information architecture and business modeling in modern organizations of information technology: Professional career plan in organizations IT. n: Jamil, George Leal, José Poças-Rascão, Fernanda Ribeiro, and Armando Malheiro da Silva. (Org.). Handbook of Research on Information Architecture and Management in Modern Organizations. IGI Global, Pennsylvania, USA, p. 439-457.

SOUZA, M.; BOTACIM, R. S; ARAUJO, F. C. (2015). Gerenciamento de projetos e gestão de pessoas com diversidades culturais no jogo clash of clans. Exatas & Engenharias, 5(11), p. 24-43.

STEFANOVITZ, J. P.; DE SOUSA JABBOUR, A. B. L. (2021). Product development management complexity: Emerging challenges and the role of senior leadership. Journal of Knowledge Management, ahead-of-print. https://doi.org/10.1108/JKM-04-2021-0298.

YUGUE, R. T.; MAXIMIANO, A. C. A. (2012). Contribution to the research of project complexity and management processes. In 6th International Conference on Management of Innovation and Technology, p. 668-673.

Zoltowski, A. P. C., Costa, A. B., Teixeira, M. A. P., & Koller, S. H. (2014). Qualidade metodológica das revisões sistemáticas em periódicos de psicologia brasileiros. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 30, p. 97-104.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/2526-2289v8n1p167-194

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 420

Total de downloads do artigo: 318