GESTÃO DO TEMPO: ESTUDO DE MULHERES EMPREENDEDORAS

Evellen Santos Antunes dos Santos

Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE Brasil

Administração

Cecilia Oderich Leão Oderich

Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE Brasil

Administração

Resumo

As mulheres, ao longo dos anos, têm assumido papéis significativos no mercado de trabalho, especialmente como empreendedoras. Um dos maiores desafios profissionais da mulher contemporânea é a busca pelo equilíbrio entre vida pessoal e profissional, sendo que a boa gestão do tempo é fator determinante para a administração de seus objetivos. Neste cenário, a presente pesquisa se propõe a investigar quais são os principais desafios encontrados na gestão do tempo por mulheres empreendedoras na cidade de Foz do Iguaçu – PR. O referencial teórico apresenta os principais conceitos e características empreendedoras, resgata a trajetória do empreendedorismo feminino no Brasil e apresenta os principais conceitos da gestão do tempo e formas para otimizar o seu uso. A metodologia utilizada foi qualitativa, por meio de estudo exploratório, utilizando entrevistas semiestruturadas. Foi possível identificar os principais desafios encontrados no dia a dia das entrevistadas, a exemplo da sobrecarga com as atividades familiares, da dificuldade em concluir todas as tarefas listadas para o dia e do preconceito no âmbito profissional. As empreendedoras investigadas afirmaram perceber a responsabilidade familiar principal como sendo da mulher, que tem dupla ou tripla jornada, mesmo quando o marido tem postura colaborativa. O fato de ter filhos pode ocasionar desafios ainda maiores, principalmente quando estes estão na primeira infância e, devido à grande demanda de atividades, as empreendedoras podem deixar a família em segundo plano, gerando sentimento de culpa. Essa pesquisa pode contribuir para que mulheres empreendedoras invistam em planejamento e gestão eficiente do tempo, tendo prioridades bem estabelecidas, e construam rede de apoio, no sentido de conseguirem desempenhar as demandas cotidianas, familiares e profissionais.

Texto completo:

Referências


ANDRADE, T. Mulheres no mercado de trabalho: onde nasce a desigualdade? Disponível em: https://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/estudos-e-notas-tecnicas/publicacoes-da-consultoria-legislativa/areas-daconle/tema7/2016_12416_mulheres-no-mercado-de-trabalho_tania-andrade. Acesso em 03 set. 2020.

ALFREDO, L. H. P. Empreendedorismo: origem e desafios para o Brasil do século XXI. Disponível em: https://administradores.com.br/artigos/empreendedorismo-origem-e-desafios-para-o-brasil-do-seculo-xxi . Acesso em 04 Jun 2020.

AIDAR, M. M. Empreendedorismo: Coleção Debates em Administração. São Paulo: Thompson, 2007.

BARBOSA, C. A tríade do tempo. Rio de Janeiro: Sextante, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BARTOLOMÉ, F., & E, P. A. L. Must success cost so much? Harvard Business Review, 58(2), 1980.

BERNHOEFT, R. Administração do Tempo: Um recurso para Melhorar a Qualidade de Vida Pessoal e Profissional. São Paulo: Nobel, 2011.

BITTENCOURT, S. R. V. A participação da mulher no mercado de trabalho e o cuidado

dispensado aos filhos menores de sete anos, durante a ausência materna. Universidade Federal da Bahia, Salvador,1980.

BOHNENBERGER, M. C.; SCHMIDT, S.; FREITAS, E. C. A influência da família na formação empreendedora. Anais do XXXI Encontro da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Administração – EnANPAD, Rio de Janeiro: 2007.

CHIAVENATO, I. Empreendedorismo: dando asas ao espírito empreendedor: empreendedorismo e viabilidade de novas empresas: um guia eficiente para iniciar e tocar seu próprio negócio - 2.ed. rev. e atualizada. - São Paulo: Saraiva, 2007.

COSTA, F. A. Mulher, trabalho e família: os impactos do trabalho na subjetividade da mulher e em suas relações familiares. Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas. 2018.

DESIDÉRIO, M. As dicas de Cris Junqueira para conciliar filhos, negócios e quarentena. Revista Exame, São Paulo, s/p, 10 maio 2020. Disponível em: https://exame.com/negocios/as-dicas-de-cris-junqueira-para-conciliar-filhos-negocios-e-quarentena/. Acesso em: 7 nov. 2020.

DI MARTINO, M. Mulheres, elas fazem história: experiências profissionais: práticas empresariais e reflexões sobre a liderança feminina. Curitiba: Posigraf, 2012

DRIZIN, B. R. Pare de correr atrás do tempo: seja o dono do seu tempo e da sua vida praticando a administração de tempo. São Paulo: Timing Editora e Empreendimentos Culturais, 1988.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo na prática: mitos e verdades do empreendedor de sucesso. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo Corporativo: como ser empreendedor, inovar e se diferenciar na sua empresa. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

EMPREENDEDORISMO NO BRASIL (2017). Disponível em: https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/Relat%C3%B3rio%20Executivo%20BRASIL_web.pdf. Acesso em 04 jun 2020.

GITMAN, L. J. Princípios da administração financeira. São Paulo: Habra,

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Global Entrepreneurship Monitor: 2007 Executive Report. Global Entrepreneurship Monitor - GEM, [s. l.], ano 2007, p. 1-66, 2007. Disponível em: https://ibqp.org.br/wp-content/uploads/2016/10/Empreendedorismo-no-Brasil-2011-Relat%c3%83%c2%b3rio.pdf. Acesso em: 4 jun. 2020.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Brasil: 2011 relatório executivo. Global Entrepreneurship Monitor - GEM, [s. l.], ano 2011, p. 1-18, 2011. Disponível em: https://ibqp.org.br/wp-content/uploads/2016/10/Empreendedorismo-no-Brasil-2011-Relat%c3%83%c2%b3rio.pdf. Acesso em: 4 set. 2020

GOMES, A. F; S, W.G.P.; ARAÚJO, U.P. Empreendedorismo Feminino: O Estado-da-arte. Anais do Encontro da ANPAD, São Paulo, ed. 33, 1973.

GOMES, T, D. GUERRA, V, P. VIEIRA, N, B. O Desafio do Empreendedorismo Feminino: XXXV Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, 2011.

GIUGLIANI, A. Histórias de mulheres que sabem equilibrar o tempo em seu favor. Disponível em: https://claudia.abril.com.br/carreira/historias-de-mulheres-que-sabem-equilibrar-o-tempo-em-seu-favor/. Acesso em: 07 nov 2020.

INFOMONEY. Disponível em: https://www.infomoney.com.br/carreira/estudo-relaciona-lideranca-feminina-a-lucros-mais-robustos/. Acesso em 22 de maio de 2020.

JUNQUEIRA, L. A. C. Administração do tempo: um programa de autodesenvolvimento.3. ed. Rio de Janeiro: COP, 1998.

KOBEISSI, N. Gender factors and female entrepreneurship: International evidence and policy implications. Journal of International Entrepreneurship.1, march, 2010.

KRAUSZ, R. R. Administre bem o seu tempo. São Paulo: Nobel, 1986.

OLIVEIRA, T.A. As 6 gestões do líder treinador: gestão do tempo. Curitiba: Sucesso em Vendas, 2017.

PALLADINO, R. Dia da Mulher Estressada. Disponível em: Acesso em 7 de setembro de 2020.

QUENTAL, C. WETZEL, U. Equilíbrio Trabalho-Vida e Empreendedorismo: a Experiência das mulheres brasileiras. Anais Encontro Nacional da ANPAD, Salvador, ed. 26, 2002.

RICHARDSON, R. J. PERES, J. A. S. WANDERLEY, J. C.V; CORREIA, L. M.; PERES, M. H. M. (2007). Pesquisa Social: Métodos e Técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas.

SARFARAZ, L.; FAGHIH, N.; MAJD, A. A. The relationship between women entrepreneurship and gender equality. Journal of Global Entrepreneurship Research, 2014.

STROBINO, M. R. D. C; TEIXEIRA, R. M. Empreendedorismo feminino e o conflito trabalho-família: estudo de multicasos no setor de comércio de material de construção da cidade de Curitiba. Revista de Administração, Salvador, v. 49, ed. 26, p. 59-76, jan/mar 2014. DOI https://doi.org/10.5700/rausp1131. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0080210716303387. Acesso em: 23 jul. 2020

SEBRAE: Empreendedorismo feminino avança na última década. Disponível em: https://blog.sebrae-sc.com.br/empreendedorismo-feminino-avanca-na-ultima-decada/ Acesso em 25 de Agosto de 2020.

SCHUMPETER, J. A. The theory of economic development. 1. ed. São Paulo: Transaction Publishers, 1934. 244 p. v. 46. ISBN 978-0878556984.

TEIXEIRA, M , R. BOMFIM, S, C, L. Empreendedorismo feminino e os desafios enfrentados pelas empreendedoras para conciliar os conflitos trabalho e família: estudo de casos múltiplos em agências de viagens. Revista Brasileira em Pesquisa em Turismo. São Paulo,2016.

YIN, R. K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 5. ed. [S. l.]: Bookman, 2014. 320 p. ISBN 978-8582602317.

ZOGBI, P. Estudo relaciona liderança feminina a lucros mais robustos: Pesquisa global demonstra que diversidade de gênero pode ser lucrativa às companhias que aplicam. InfoMoney, São Paulo, 12 fev. 2016. Disponível em: https://www.infomoney.com.br/carreira/estudo-relaciona-lideranca-feminina-a-lucros-mais-robustos. Acesso em: 3 set. 2020.


DOI: http://dx.doi.org/10.18265/2526-2289v6n4p40-65

O arquivo PDF selecionado deve ser carregado no navegador caso tenha instalado um plugin de leitura de arquivos PDF (por exemplo, uma versão atual do Adobe Acrobat Reader).

Como alternativa, pode-se baixar o arquivo PDF para o computador, de onde poderá abrí-lo com o leitor PDF de sua preferência. Para baixar o PDF, clique no link abaixo.

Caso deseje mais informações sobre como imprimir, salvar e trabalhar com PDFs, a Highwire Press oferece uma página de Perguntas Frequentes sobre PDFs bastante útil.

Visitas a este artigo: 188

Total de downloads do artigo: 100